Monica Martins integra o elenco da Ópera ‘O Contractador de Diamantes’ de Francisco Mignone em São Paulo

A renomada soprano Monica Martins, bacharel em canto pela UNESP, é uma das estrelas da ópera “O Contractador de Diamantes”, que volta aos palcos do Theatro Municipal de São Paulo nesta sexta-feira (28).

Monica Martins é uma artista talentosa com uma carreira internacional notável. Casada com Humberto Avelar, um dos maiores diretores de cinema e criação de TV, ela é mãe do promissor ator Gabriel Avellar, que estreará em breve na TV como Felipe em “A Caverna Encantada”, pelo SBT.

A Ópera Brasileira “O Contratador de Diamantes”

A ópera “O Contractador de Diamantes”, composta por Francisco Mignone, retorna ao Theatro Municipal de São Paulo um século após sua estreia. Com libreto em italiano de Gerolamo Bottoni, baseado na peça homônima do escritor brasileiro Affonso Arinos, a obra foi apresentada pela primeira vez em 1919, causando grande impacto pelo seu teor nacionalista e pela inédita presença de artistas negros no palco.

A trama se passa no século XVIII, em Minas Gerais, mais precisamente no atual município de Diamantina, e gira em torno de um contratador de diamantes, que se rebela contra a exploração da Coroa portuguesa, buscando a emancipação da colônia. A ópera é reconhecida como uma obra modernista de sonoridade lírica italiana com elementos da música tradicional brasileira.

  • Ficha Técnica

    • Orquestra Sinfônica Municipal
    • Coro Lírico Municipal
    • Direção musical: Alessandro Sangiorgi
    • Regência do Coro Lírico Municipal: Érica Hindrikson
    • Direção cênica: William Pereira
    • Cenografia: Giorgia Massetani
    • Iluminação: Caetano Vilela
    • Figurino: Olintho Malaquias
    • Coreografia: Ângelo Madureira
    • Visagismo: Malonna
    • Dramaturgismo e versão em português: Ligiana Costa
    • Assistente de direção cênica e direção de palco: Ana Vanessa

    Elenco Principal

    • Felisberto Caldeira Brant: Licio Bruno
    • Cotinha Caldeira: Rosana Lamosa
    • Luiz Camacho: Giovanni Tristacci
    • Magistrado: Douglas Hahn
    • Mestre Vicente: Mar Oliveira
    • Dona Branca Caldeira: Lidia Schäffer
    • Taverneiro: Andrey Mira
    • Capitão Simão da Cunha: Daniel Lee
    • Chefe dos Mineradores: Sandro Bodilon
    • Padre Cambraia: David Marcondes
    • Escrivão Sampaio: Rafael Thomas
    • Capitães da Congada: Sérgio Sagica e Sebastião Teixeira
    • Moças: Elayne Caser, Ludmila de Carvalho, Mônica Martins, Keila de Moraes, Heloisa Junqueira, Laryssa Alvarazi
    • Filho do Taverneiro: Alexandre Bialecki
    • Intendente: Flávio Karpinscki

     

A produção conta com a Orquestra Sinfônica Municipal e o Coro Lírico Municipal, sob a direção musical de Alessandro Sangiorgi e a regência do Coro Lírico por Érica Hindrikson. A cenografia é de Giorgia Massetani, iluminação de Caetano Vilela, figurino de Olintho Malaquias, coreografia de Ângelo Madureira, visagismo de Malonna, e dramaturgismo e versão em português de Ligiana Costa.

 

Duração: aproximadamente 120 minutos (com intervalo)
Classificação Indicativa: Não recomendado para menores de 10 anos – Pode conter histórias com conteúdo violento e linguagem imprópria de nível leve.
Ingressos: de R$12,00 a R$165,00 (inteira)

Datas e Horários:

  • 28/06/2024 • 20h
  • 29/06/2024 • 17h
  • 30/06/2024 • 17h
  • 02/07/2024 • 20h
  • Monica Martins integra o elenco da Ópera ‘O Contractador de Diamantes’ de Francisco Mignone em São Paulo

Monica Martins: Uma Trajetória de Sucesso na Ópera

Monica Martins tem se destacado nos principais teatros de ópera do Brasil e do mundo. Desde sua estreia no Theatro Municipal de São Paulo em 1991, interpretando a “Nona Sinfonia” de Beethoven, ela tem encantado o público com suas performances em papéis icônicos como Donna Elvira em “Don Giovanni” de Mozart, Mimi em “La Bohème” de Puccini e Nedda em “Pagliacci” de Leoncavallo.

Sua carreira internacional inclui apresentações no Teatro de Bellas Artes na Cidade do México e no Teatre Principal de Palma de Mallorca, além de participações em festivais na Polônia, Porto Rico, Espanha e Alemanha. No Brasil, venceu o concurso de canto “Maria Callas” e frequentemente colabora com renomadas orquestras e maestros como Tulio Collaccioppo e Abel Rocha.

Fundadora do coral “Cantare” e diretora artística da produtora “Ópera Cartoon”, Monica continua a lecionar canto e a participar de produções notáveis, solidificando sua reputação como uma das mais talentosas e versáteis sopranas do Brasil. Desde 1990, ela integra o corpo de artistas do Teatro Municipal de São Paulo, contribuindo significativamente para o cenário lírico nacional.

Monica Martins integra o elenco da Ópera ‘O Contractador de Diamantes’ de Francisco Mignone em São Paulo