Início » Mostra Itinerante de Curtas feitos por alunos da rede pública passa pelo Rio de Janeiro

Mostra Itinerante de Curtas feitos por alunos da rede pública passa pelo Rio de Janeiro

por Redação

A Mostra Itinerante de Curtas apresentará os resultados da 12ª edição do Programa Imagens em Movimento (PIM) em sessões gratuitas e abertas ao público, a serem realizadas até o dia 8 de dezembro, nos 7 municípios em que o projeto atua. Ao todo, serão exibidos 35 curtas-metragens seguidos de debates com os jovens realizadores brasileiros, além de curtas feitos por estudantes de outros países.

O público do Rio de Janeiro verá os filmes dos jovens a partir desta terça, 22 de novembro, das 9h às 12h, em sessão no Planetário do Rio, na Gávea. No dia seguinte, 23, também das 9h às 12h, será a vez de ocupar o Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo. A garotada de Niterói vai se encontrar na sexta, dia 25, das 12h às 15h, na Reserva Cultural Niterói, em São Domingos. E a última sessão no Rio será na quinta, dia 1º de dezembro, das 13h30 às 16h, no Memorial Getúlio Vargas, na Glória. Depois das exibições, haverá debates com alunos da rede pública.

Rede pioneira na América Latina

O PIM é fruto de uma parceria pioneira na América Latina com uma rede de 16 organizações internacionais, chamada Cinema, cem anos de juventude, fundada pelo cineasta e professor francês Alain Bergala, referência mundial no campo da pedagogia do cinema. O objetivo do projeto é trazer para o currículo escolar da rede pública brasileira a experiência crítica e criativa das artes, em oficinas gratuitas, desenvolvidas no horário extracurricular que se baseiam em metodologias de vanguarda.

“Esse projeto nasceu de um desejo que poderia ser considerado utópico, de colocar os estudantes de escolas públicas brasileiras em situação de igualdade com alunos de outros países como França, Alemanha ou o Japão. É claro que eles vivem realidades absolutamente distintas, inclusive no que diz respeito ao contexto da educação pública de cada lugar. Mas através da experiência criativa do cinema e do encontro com essa arte, tem sido possível, sim, realizar este sonho”, conta Ana Dillon, diretora do Programa Imagens em Movimento e fundadora da ONG Raiar.

O programa começou no Rio de Janeiro em 2011, e, em 2022, passou a alcançar outros quatro Estados pela primeira vez. Alunos de Ensino Médio e Ensino Fundamental de Camaçari (Bahia), Várzea Paulista (São Paulo), Vitória (Espírito Santo), Macaé, Duque de Caxias e Niterói (Rio de Janeiro) participaram este ano de oficinas de Cinema que resultaram na produção de curtas metragens concebidos e realizados por eles – do roteiro à edição final -, a partir de desafios audiovisuais comuns, frutos de uma metodologia pedagógica compartilhada internacionalmente.

Ana complementa que esse trabalho “surge de um desejo de atuar em rede desde o princípio, baseado na troca intercultural, no encontro de paisagens sociais e geográficas distintas, vistas pela perspectiva das crianças e adolescentes. Então faz todo o sentido ver esta ação ganhando uma dimensão de rede também a nível nacional, criando trocas de experiências de vida através do cinema, entre jovens de São Paulo, da Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro”.

O patrocínio desta edição é da Enauta, Telecine, Veirano Advogados e TechnipFMC nas ações a serem realizadas no Rio de Janeiro, Elekeiroz nas atividades da Bahia e de São Paulo e, novamente, TechnipFMC em Vitória e Macaé.

Oficinas de música e expressão corporal no Rio

Na capital do Rio de Janeiro, o PIM promoveu também oficinas de Música Brasileira e Expressão Corporal para estudantes, além de uma formação em Artes Integradas para professores da rede pública, trabalhando propostas antirracistas voltadas para a igualdade de gêneros e a valorização de territórios e comunidades socialmente vulneráveis.

Ao todo, cerca de 2.370 alunos e 150 educadores já se beneficiaram do programa ao longo de seus 11 anos de história, trazendo ao mundo mais de 190 filmes nas oficinas, oferecidas para grupos de 15 a 20 estudantes no contraturno escolar.

“A cada ano elaboramos de forma colaborativa uma metodologia de iniciação ao cinema, junto à rede de parceiros internacionais, e compartilhamos também os resultados destas propostas, em um grande intercâmbio de experiências culturais e audiovisuais. Além disso, o PIM desenvolve os seus próprios eixos temáticos que, neste 2022, muitos dos 35 filmes produzidos estão voltados à identidade, ao território, à cultura afro-brasileira e à questão de gênero”, explica a coordenadora geral Clarissa Nanchery.

A pedagogia do PIM é baseada no incentivo ao protagonismo das crianças e dos adolescentes ao longo do processo de experimentação artística, que objetiva proporcionar um ambiente de acolhimento e reflexão que as estimule a produzir conteúdos audiovisuais a partir de suas próprias histórias, sonhos, questionamentos, favorecendo a representatividade, a noção de pertencimento e a intervenção na realidade.

O projeto oferece equipamentos audiovisuais para a realização dos filmes e os exercícios e as aulas são conduzidas por educadores audiovisuais, professores de música e de expressão corporal integrantes da equipe do Imagens em Movimento. No período de filmagem dos curtas-metragens, toda a logística de deslocamento e alimentação dos alunos também ficam a cargo do projeto.

O Programa Imagens em Movimento é uma iniciativa da ONG Raiar (Rede de Ações e Interações Artísticas), cuja missão é promover a arte e a cultura no âmbito da Educação Pública, com foco em experiências criativas e artísticas vivenciadas através da linguagem audiovisual, contribuindo para o desenvolvimento de práticas educativas inovadoras no ambiente escolar.

ESPÍRITO SANTO | Vitória

QUANDO: 16 novembro (quarta), das 11h às 12h

ONDE: Auditório da EMEF Moacyr Avidos – Av. Jurema Barroso, 58, na Ilha do Príncipe, em Vitória, no Espírito Santo – ES

RIO DE JANEIRO | Macaé
QUANDO: 17 novembro (quinta), das 14h às 16h

ONDE: Auditório do NUPEM/UFRJ – Av. São José do Barreto, 764, em São José do Barreto, Macaé – RJ

RIO DE JANEIRO | Capital

DIA 1

QUANDO: 22 de novembro (terça), das 9h às 12h

ONDE: Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro – Rua Vice-Governador Rúbens Berardo, 100, na Gávea, no Rio de Janeiro – RJ

Debate com alunos das escolas municipais Orlando Villas Boas, Calouste Gulbekian e Frederico Trotta

DIA 2

QUANDO: 23 de novembro (quarta), das 9h às 12h

ONDE: Espaço Itaú de Cinema – Praia de Botafogo, 316, em Botafogo, no Rio de Janeiro – RJ
Debate com alunos do Colégio Estadual Adelina Castro e do Colégio Estadual José de Souza Marques

DIA 3

QUANDO: 25 de novembro (sexta), das 12h às 15h

Local: Cinema Reserva Cultural Niterói – Av. Visconde do Rio Branco, 880, em São Domingos, em Niterói – RJ
Debate com alunos das Escolas Municipais José Emygdio de Oliveira, Profª Lúcia Maria da Silveira Rocha, Profº Dario Souza Castello e Maestro Heitor Villa Lobos

DIA 4

QUANDO: 1º de dezembro (quinta), das 13h30 às 16h

ONDE: Memorial Municipal Getúlio Vargas – Praça Luiz de Camões, s/n, subsolo, na Glória, no Rio de Janeiro – RJ
Debate com alunos das Escolas Municipais Ayrton Senna da Silva, Roraima, Pracinha João da Silva e Araújo Porto Alegre

SÃO PAULO | Várzea Paulista

DIA 1

QUANDO: 28 de novembro (segunda), das 9h às 12h

ONDE: Grupo Cine (Shopping Alegria) – Av. Duque de Caxias, 2225, no Sítio do Moinho, na Várzea Paulista – SP

Debate com alunos das escolas E.E. Tiburcio Estevam de Siqueira, E.E. Mitiharu Tanaka, E.E. Monsenhor Hamilton José Bianchi e E.E. Lavignia Ribeiro Aranha

DIA 2

QUANDO: 29 de novembro (terça), das 9h às 12h

ONDE: Grupo Cine (Shopping Alegria) – Av. Duque de Caxias, 2225, no Sítio do Moinho, na Várzea Paulista – SP

Debate com alunos das Escolas Municipais Armando Dias e João Nalini

BAHIA | Camaçari

DIA 1

QUANDO: 7 dezembro (quarta), das 13h30 às 16h30

ONDE: Teatro Alberto Martins – Rua Eixo Urbano Central, no Centro, em Camaçari – BA

Debate com alunos da Escola Municipal Cosme de Farias e dos Colégios Estaduais Professora Nadir Araújo Copque e José de Freitas Mascarenhas

DIA 2

QUANDO: 8 dezembro (quinta), das 8h30 às 11h30
ONDE: Teatro Alberto Martins – Rua Eixo Urbano Central, no Centro, em Camaçari – BA

Debate com alunos do Centro Territorial de Educação Profissional Região Metropolitana, Colégio Estadual Gonçalo Muniz e Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães Camaçari-BA

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via