Música para Todos comemora um ano em Piabetá

Data:

Há um ano que Piabetá, distrito de Magé, município da Baixada Fluminense, se tornou palco de uma iniciativa que vem transformando muitas vidas e despertando novas paixões. Idealizado pelo Prof Fábio Monteiro de Souza – graduado em violino e composição pela UFRJ e mestre em composição pela mesma instituição – o projeto Música para Todos oferece desenvolvimento musical, reunindo integrantes de Piabetá e regiões adjacentes, e a maioria de seus participantes, com idades variadas, iniciou as atividades sem qualquer tipo de conhecimento prévio musical.

As aulas oferecidas pelo projeto têm como objetivo o ensino musical e a promoção da música de orquestra, por meio de apresentações gratuitas para toda a família. Esse movimento musical conta hoje com cerca de 45 alunos, mas já passaram por ele pelo menos o dobro de pessoas, e de todas as idades. Hoje, além dos alunos de violino, o Música para Todos oferece aulas de viola, violão, teclado, trompete, saxofone e trombone.

Integrante do grupo de compositores Baixo Clero – suas peças são executadas no Brasil e no exterior – e violinista profissional, atuando em diversas gravações e recitais, Fábio de Souza comemora o primeiro ano do projeto relembrando seu início, desde quando se chamava Violino para Todos: “esse projeto surgiu de um convite de um amigo, que, vendo a necessidade de Piabetá ter um curso de violino, convidou-me para iniciar as aulas… eu aceitei, pois já tinha uma relação afetiva com a cidade em razão de meu avô que era músico ter morado lá por muitos anos.” O Música para Todos, assim, iniciou suas atividades, apenas com aulas de violino, em março de 2022, com apenas oito alunos reunidos em um espaço cedido pela Igreja Cristã Evangélica Renovada, em Jardim Nazareno (bairro de Piabetá), mudando-se, poucos meses depois, para uma sala comercial no Centro do distrito. “Acredito que ações voluntárias, sobretudo tendo as artes e a música como mediadoras, podem de fato mudar uma sociedade”, comenta o professor Fábio, e conclui: “da mesma forma que a música me deu grandes oportunidades ao longo da minha vida, eu quero, de alguma forma, retribuir essa dádiva para outras pessoas também”.

Violinista do Música para Todos, Susan Souza, 32 anos, uma das participantes, já sente de forma bem especial e peculiar a renovação pessoal proporcionada pela experiência: “estar nesse grupo, com um pessoal focado é tudo de bom…isso me fez despertar, me fez sentir algo de bom e positivo que um dia a depressão e a ansiedade me tiraram.(..)Estar nesse projeto me fez sorrir novamente, exatamente porque eu posso trabalhar com a música. Isso me motiva.  Isso não tem preço.”

Mais informações através do email fabmonsou@gmail.com  

www.musicaparatodos.art

Últimas notícias

Leia também

Talvez você goste
Relacionada

Compartilhe
Send this to a friend