Início » Observatório promove Festival Música e Migração nas favelas

Observatório promove Festival Música e Migração nas favelas

Projeto da Universidade de Columbia, Instituto Moreira Salles, Museu Sankofa e Observatório de Favelas realiza evento artístico com músicos periféricos

por Redação
Artista Pocahonatas (Foto: Patrick Marinho)

O Observatório de Favelas realiza no próximo dia 07 de abril – quinta-feira – o Festival Música e Migração nas Favelas. A ação, para convidados, será transmitida pelo Youtube do Observatório de Favelas e é parte do projeto realizado em parceria pela de Columbia, o Instituto Moreira Salles, Museu Sankofa e Observatório de Favelas. O Projeto Música e Migração nas Favelas celebra o trabalho artístico de músicos, a memória e as potências das favelas e periferias.

Na programação, se apresentam artistas que integram o projeto Música e Migração nas Favelas, como a capoeirista Thainá Pocahontas, da Rocinha. O músico angolano Nizaj, da Maré, que contará com a participação Madiba MC. O festival contará ainda com a artista da Rocinha, Ivanilda Yda nã-dãn. E ao final uma apresentação reunindo todos os artistas.

No mesmo dia 07, às 17horas, será realizada uma mesa de diálogos com os artistas, profissionais e representantes de instituições parceiras no projeto, sobre a concepção, os processos e os resultados da iniciativa. A conversa também será transmitida ao vivo no canal do Observatório de Favelas.

A proposta do Projeto Música e Migração nas Favelas é registrar e disseminar as trajetórias e experiências pessoais e profissionais dos artistas tanto para seus territórios de moradia como para a cidade, como um todo.

“Nossa intenção com o projeto é contribuir diretamente para a consolidação de novas narrativas sobre a relação entre os sujeitos, a música e os territórios populares. O Festival Música e Migração nas Favelas marca o encerramento de uma etapa do projeto e tem por objetivo ser um momento de celebração entre os artistas, as equipes envolvidas no projeto e o público” – comemora Lino Teixeira, coordenador de Políticas Urbanas do Observatório de Favelas

De acordo com a equipe envolvida no projeto, a primeira etapa de execução, o projeto de pesquisa buscou ressaltar a memória social de territórios populares do Rio de Janeiro através da produção musical de artistas moradores desses territórios.

Projeto Música e Migração

O projeto Música e Migração nas Favelas está centrado na realização de pesquisas, produtos de comunicação e ciclos de encontros com artistas da música moradores de favelas, neste primeiro momento das favelas da Maré e da Rocinha. São eles: os músicos Sabiá, Nizaj e Ruth Rosa do Complexo da Maré. Os artistas da favela da Rocinha são Amaury Cardoso, Ivanilda Yda-nã-dãn e Pocahontas.

Os diálogos com esses artistas se transformaram em uma série de Podcast com 4 episódios, disponíveis na rádio Batuta – IMS. As entrevistas tiveram como foco aproximar os artistas, suas trajetórias pessoais/profissionais e a relação destes com seus territórios. Com o contexto pandêmico, o último episódio abordou as formas como a pandemia da COVID-19 atravessaram os artistas, do ponto de vista pessoal, profissional e nas dinâmicas e interações com seus territórios.

O projeto também contou com a série “Oficina em Rede”. Em quatro encontros, o espaço de diálogo virtual entre e convidados, visou a interação das (dos) interlocutoras com suas trajetórias pessoais, profissionais, atravessamentos territoriais e a música nesse percurso.  Os professores Muniz Sodré e Silvio Almeida e a artista Mc Carol são alguns dos convidados que passaram por esse espaço. Os diálogos estão disponíveis no Youtube da Universidade de Columbia. Acesse os encontros AQUI.

Realização: Museu Sankofa, Observatório de Favelas, Instituto Moreira Salles, Universidade de Columbia.

Patrocinadores: Social Sciences Research Council, Columbia Global Center in Rio de Janeiro, Latin American and Iberian Cultures Department, Institute for Comparative Literature and Society, Institute of Latin American Studies, Lemann Center for Brazilian Studies, Weatherhead East Asia Institute

Sobre o Observatório de Favelas                                                           .
Observatório de Favelas, criado em 2001, é uma organização da sociedade civil sediada no Conjunto de Favelas da Maré, mas com atuação nacional. Dedica-se à produção de conhecimento e metodologias visando incidir em políticas públicas sobre as favelas e promover o direito à cidade. Fundado por pesquisadores e profissionais oriundos de espaços populares, tem como missão construir experiências que contribuam para a superação das desigualdades e o fortalecimento da democracia a partir da afirmação das favelas e periferias como territórios de potências e direitos. Atualmente, tem em andamento projetos, divididos em cinco áreas: Arte e Território, Comunicação, Direito à Vida e Segurança Pública, Educação e Políticas Urbanas. Muitos em parcerias com universidades, organizações locais, nacionais e internacionais.

Serviço:

Festival Música e Migração nas Favelas

Programação:

17horas – Mesa de diálogo

Apresentação geral do projeto e processos; diálogo entre artistas e equipes

Abertura: boas vindas : Ana Lee; Renata Bitencourt; Aruan Braga; Antonio Firmino

Apresentação do projeto: Resultados e Reflexões : Ana Luiza de Abreu Claudio,  Fernando Ermiro; Junior Pimentel

Experiências de processo: diálogo com artistas sobre processos: Ruth Rosa e Amaury, mediação Lino Teixeira

Programação Artística:

19 horas: Apresentações de: Pocahontas, Nizaj e Madiba MC e Ivanilda Yda nã-dãn.

Transmissão ao vivo: Youtube do Observatório de Favelas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via