Início » Petisco da sorte: Chef Glauber Britto requinta o tradicional croquete e apresenta receita brasileiríssima para a Copa do Mundo

Petisco da sorte: Chef Glauber Britto requinta o tradicional croquete e apresenta receita brasileiríssima para a Copa do Mundo

O prato é inspirado em um clássico árabe, mas é a mistura perfeita do Brasil com o Qatar, cai super bem com uma cervejinha gelada e dá até para fazer em versão vegan

por Redação

Bola rolando, a galera reunida e a sua bebida favorita bem gelada. Dia de jogo do Brasil na Copa do Mundo é um evento e nada melhor do que reunir os amigos com um prato super especial que é a cara do campeonato. Pensando nisso, o Chef Glauber Britto desenvolveu a receita do Croquete de Banana da Terra com Ensopado de Carneiro.

O prato é a mistura perfeita do Brasil com o Qatar. Tendo a banana da terra, tipicamente brasileira, como base, o recheio é inspirado no Saloona, um ensopado árabe clássico. Na receita tradicional, é preparada com o que você tiver à disposição, entre proteínas e legumes, além de gengibre e bastante alho.

O Chef dá o passo a passo, mas garante que a receita é adaptável. Para os veganos, de acordo com Glauber, “super dá para fazer uma versão vegana, e fica uma delícia! É só substituir a carne por shimeji, cogumelo Portobello ou até mesmo carne de jaca desfiada”.

Confira:

Lista de ingredientes

  • 4 bananas da terra;
  • 1 colher de amido de milho dissolvido em água;
  • 500gr de carne de carneiro (ou outra proteína de sua preferência);
  • 1 colher de chá de coentro em pó;
  • 1 colher de chá de páprica doce;
  • 1 colher de sopa de páprica defumada;
  • 1/2 colher de chá de gengibre em pó;
  • 1 colher de chá de cominho;
  • 1 colher de chá de cúrcuma;
  • 1 colher de chá de canela em pó;
  • 1 colher de chá de funcho;
  • 1/2 colher de chá de pimenta jamaica;
  • 1/2 colher de chá de cardamomo em pó;
  • 1/2 colher de chá de endro em pó;
  • 1/2 colher de noz-moscada em pó;
  • 1/ colher de chá de louro em pó;
  • 3 cravos da índia;
  • 3 colheres de sopa de extrato de tomate;
  • 700ml de água quente;
  • 50ml de conhaque;
  • 1/2 cebola picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 1 xícara de farinha panko;
  • 700ml de óleo para fritar.

Modo de preparo

Para a massa, coloque as bananas da terra para assar com casca por 30 minutos em forno pré-aquecido a 180 graus. Após assadas, bater no mixer ou liquidificador com 30 ml de água. Em uma panela, misture o creme formado pelas bananas com o amido de milho dissolvido em um pouco de água. Quando começar a deixar rastros no fundo da panela, está no ponto. Tire da panela e deixe esfriar por cerca de 3 horas.

Para o recheio, misture todos os temperos junto com uma colher de azeite e deixe descansar. Comece a selar a carne na panela de pressão (ou a refogar os cogumelos em uma panela comum) com um fio de azeite, depois acrescente a cebola e o alho. Acrescente o conhaque para flambar e em seguida, os temperos e o extrato de tomate. Misture tudo e coloque a água quente e o sal. Cozinhe até que a carne fique solta o suficiente para desfiar. Reserve um pouco do caldo para umedecer o recheio depois.

Hora de formar os bolinhos! Divida a massa em várias bolinhas, de acordo com o tamanho desejado. Abra cada bolinha, recheie e faça o boleio com as mãos untadas de azeite. Passe no ovo e na farinha panko e frite em óleo quente a 160° até ficar dourado. É um processo rápido de fritura já que todo o bolinho já está cozido, criando apenas uma crosta crocante.

O pulo do gato

Para Glauber, o pulo do gato da receita é cozinhar a carne primeiro. “Deixe descansando no caldo até a hora de enrolar os bolinhos, para que o recheio pegue mais o tempero e levando mais sabor para o croquete”. Além disso, segundo o chefe, é importante respeitar o tempo de descanso da massa.

Sem complicar

A lista de temperos é longa, garantindo o sabor acentuado, característico da culinária árabe. Mas para quem quiser simplificar a lista, pode apostar nos seus temperos favoritos. Para preservar o sabor, a dica é não abrir mão do alho e do gengibre, como no prato em que a receita foi inspirada, além do cominho.

Saiba mais sobre Glauber Britto

Morando em Brasília atualmente, Glauber Britto traz o seu olhar atento e cosmopolita à gastronomia da Capital Federal. Cidadão do mundo, ele é Chef de cozinha formado pelo Le Cordon Bleu. Atua como personal chef na Chez Toi, sua empresa de gastronomia, além de assinar uma coleção de pães de mel para a renomada Pão de Mel Cheio de Graça, fábrica da iguaria no mercado Brasiliense há 30 anos. Além disso, também assina o cardápio da Adega Vinho e Ponto.

Com passagem por mais de 35 países, o Chef conquista diferentes públicos com sua Culinária arrojada em que sempre evidencia a cultura Brasileira e nordestina, valorizando suas origens em tudo que faz, utilizando as técnicas francesas e está sempre pronto para cozinhar inspirado em temas relevantes que vão do luxo ao popular.

https://instagram.com/glauberbrittoo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via