Início » Querubim chega às plataformas digitais

Querubim chega às plataformas digitais

Álbum consolida trabalho de 2022 do cantor e compositor Madu

por Redação

Depois de dedicar-se ao estudo da obra de Tom Zé e lançar o trabalho Estudando Tom Zé em 2021, o cantor e compositor Madu, em 2022, dedicou-se a um novo trabalho, com canções inéditas que foram lançadas ao longo do ano. Agora, em retrospectiva pela caminhada musical recente, o músico lança nas plataformas Querubim, álbum que reúne as mais recentes canções e tem produção musical de Danilo Cutrim e Jean Charnaux.

A obra inclui a participação ilustre de Pedro Miranda, em Rio Antigo; parceria com Edu Serra nas músicas: A Saudade, Chã das Caldeiras e Óleo de Coco. Mateus Aleluia é outro grande nome presente no trabalho, compositor da canção Amor Cinza, interpretada por Madu.  Já Céu de Santo Amaro, de Flávio Venturini, é outra faixa que teve releitura feita pelo artista.

Compõem Querubim as canções: A Saudade, Chã das Caldeiras, Céu de Santo Amaro, Amor Cinza, Rio Antigo e Óleo de Coco.

SOBRE MADU:

 Vem do espelho de criança o desejo por cantar e interpretar. Já na vida adulta após se libertar das próprias amarras, começou a construir sua identidade musical através do autoconhecimento, da escuta e de uma forma espontânea e doce de manifestar as canções. Madu preza pelo canto profundo e por novas descobertas, tem na música e na expressão artística seu dom e seu propósito.

Em 2018 lançou seu primeiro álbum “Madu” num período de transformação pessoal e espiritual. Então, já no pandêmico ano de 2020 veio ao mundo seu segundo disco “Dharma” , lançado pela Biscoito Fino e produzido por Guilherme Gê com participações de Jana Figarella, Pedro Miranda, Paulinho Moska e Tom Zé, abrindo assim um caminho de estudos para a obra “Tom Zeniana”, que fez surgir o EP de cinco faixas denominado “Estudando Tom Zé”(2021), também produzido por Guilherme Gê e com participações de Elisa Gudin e Daíra.

Ao longo de 2022, Madu, interpreta um anjo triste que respira as mazelas do mundo atual e escolhe através desse sentimento o repertório que resultará no seu terceiro e incessante álbum “Querubim” produzido por Jean Charnaux e Danilo Cutrim.

Para ouvir mais:  https://open.spotify.com/artist/0obN5KVtincDY4w79r7NmD?si=4egKtbSxT8eTnwoQSUYxtQ&nd=1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via