Seminário debate novas ideias na área da cirurgis plástica

Especialistas estarão reunidos do dia 30 de maio a 4 de julho, durante cinco semanas, sempre as terças ,a partir das 20h para debaterem temas como, inovação, novas ideias , biotecnologia e oportunidades de novos negócios. O Seminário “Desenvolvimento de Novas Ideias”, em parceria com a UFRJ e sob a direção da Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Professora Dra Lydia Masako, , será coordenado pelo cirurgião plástico e Coordenador do Programa de Ensino ‘a Distância da SBCP , Eduardo Sucupira e pelo o Coordenador do Departamento de Inovação, Élvio Bueno. O encontro acontece de forma online e vai trazer diferentes aspectos da inovação em saúde humana com o objetivo de provocar e estimular os profissionais que têm uma ideia ou vislumbrem um novo produto ou processo a gerar uma nova patente, um novo projeto, um novo negócio. O Seminário pretende ensinar o caminho para inovar.

Uma equipe multidisciplinar que há 20 anos trabalha em inovação vai conduzir os seminários e promover a conversa durante o evento que pretende reunir cirurgiões plásticos, biólogos, advogados, especialistas no mercado financeiro, regulação e vigilância sanitária. Entre os temas abordados estarão as novas tecnologias aplicadas à saúde humana, com exemplos específicos de inovações desenvolvidas por ou para cirurgiões e que possam ser aplicadas à cirurgia plástica, o ecossistema de inovação biomédica no país, patentes, empreendedorismo inovador. Além desses, seminários serão dedicados a questões fundamentais para gerar inovação, como a captação de recursos financeiros para o desenvolvimento de projetos e regulação.

Os cirurgiões plásticos e a cirurgia plástica representam uma grande força na área biomédica brasileira. Uma força reconhecida internacionalmente. Considerando o ecossistema de inovação já existente, é possível fazer deste país o mais importante celeiro mundial de inovação em cirurgia plástica e áreas correlacionadas. São áreas promissoras para o desenvolvimento de novas soluções para uma população mundial que envelhece rapidamente.

PALESTRANTES:

Denise Golgher (https://www.linkedin.com/in/denise-golgher-82611714/)
Trabalha há 20 anos na interseção ciência:negócios, especificamente, em empreeendedorismo e inovação em saúde humana. Desde 2015 é consultora de ciências biológicas do Licks Attorneys e desenvolve projetos sobre inovação na UFRJ.

Édison Renato Pereira da Silva (https://www.linkedin.com/in/edisonrenato/)
Co-fundador da Equipe Garagem. Professor do Departamento de Engenharia Industrial da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalha no tema Empreendedorismo em Startups, mais especificamente: (1) Corporate-Startup Engagement; (2) Métodos de pesquisa sistemática de product-market fit e problem-solution fit; (3) processo de crescimento de scale-ups: growth hacking, receita previsível, lean analytics e abordagens semelhantes.

André Luís da Fonseca (https://www.linkedin.com/in/andre-aladaf/)
Co-fundador da Equipe Garagem. Empreendedor serial da área de tecnologia (TI). Fundou ou foi sócio de várias startups que receberam investimento de capital de risco de fundos como GP Investimentos, Banco Pactual, Intel Capital, IdeiasNet e Telefonica Ventures, entre outros. Foi selecionado Empreendedor Endeavor em 2000 (primeira turma do Brasil) e escolhido Empreendedor Endeavor do Ano em 2003.

Daniela Uziel (https://www.linkedin.com/in/daniela-uziel/)
Co-fundadora da Equipe Garagem. Professora Associada da Faculdade de Farmácia da UFRJ, Coordenadora de Inovação do Centro de Ciências da Saúde, membro do Comitê de Inovação da UFRJ e Coordenadora do Programa de Gestão de Indicadores de Desempenho (GID) da Pro reitoria de Pós-graduação e Pesquisa da UFRJ. Vencedora do Prêmio Sebrae Educação Empreendedora, Etapas Estadual (RJ) e Sudeste, categoria Ensino Superior, 2019.

Viviane Kunisawa (https://www.linkedin.com/in/viviane-yumy-kunisawa/)
Sócia do escritório Licks Advogados, responsável pela equipe de Direito Regulatório para Agronegócio e Life Sciences. Foi gerente jurídica de empresa multinacional do setor de agronegócios onde gerenciou estratégias de propriedade intelectual e forneceu suporte jurídico aos departamentos de assuntos regulatórios e governamentais na aprovação de produtos perante o governo brasileiro. Foi coordenadora por seis anos da Comissão de Estudos de Bioctecnologia da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual.

Ricardo Campello (https://www.linkedin.com/in/ricardo-campello-83558243/)
Advogado e sócio do escritório Licks Attorneys, um dos mais importantes no país em propriedade intelectual e litígio nas áreas de biotecnologia e farmacêutica. Tem grande experiência no estabelecimento de parcerias e contratos entre instituições públicas (Universidades e Instituições de Pesquisa nacionais) e privadas (empresas no Brasil e exterior). É especialista em questões sanitárias e regulatórias e trabalha com diversas empresas de biotecnologia, farmacêuticas, de equipamentos médicos e indústria cosmética.

TEMAS:

Denise Golgher:
Introdução ao curso. Visão geral do estado da arte em medicina regenerativa e inovações aplicadas à cirurgia plástica estética e reparadora.

Equipe Garagem:
Como ser um médico/profissional da saúde empreendedor? Discussão de estereótipos, como desenvolver ideias voltadas para inovação e não para publicação, desafios e problemas.

– Minha ideia pode ser um negócio? Minha startup é viável? Tipos de startups, construção da ideia e do negócio, fundadores, armadilhas no caminho.

– Como conseguir financiamento? O que vem após o fomento não-reembolsável, como lidar com investidores, fases de investimento.

Licks advogados:

Propriedade Intelectual- A apresentação trará conceitos gerais de propriedade intelectual a fim de trazer conscientização sobre a importância destes ativos intangíveis para o negócio de uma empresa, incluindo a importância de marcas e patentes de invenção para o pequeno empreendedor.

Vigilância sanitária e regulação- O seminário será dedicado a demonstrar que existem diversas exigências regulatórias que deverão ser necessariamente estudadas e observadas para que o negócio se desenvolva. Para tanto, será feito um panorama geral com as diferentes categorias em que podem se enquadrar os produtos desenvolvidos, bem como serão apresentados exemplos concretos do que essa regulação permite e proíbe a fim de se alertar a importância de alguns aspectos jurídico-legais para o desenvolvimento do novo negócio.