InícioLivros & CiaTurismo literário: "O Sonho Verde" é um mergulho nas tradições irlandesas

Postagens relacionadas

Turismo literário: “O Sonho Verde” é um mergulho nas tradições irlandesas

Sempre pronta para boas aventuras pelo mundo, Amanda Boaviagem reúne as experiências como turista para deixar sua contribuição à literatura odepórica – gênero que abarca memórias de viagem. O Sonho Verde é seu quarto livro e chega às estantes como convite a um passeio pela Irlanda: das Falésias de Moher até o famoso Temple Bar, pub do bairro cultural de mesmo nome na capital irlandesa. Embarcados no DART, trem que passa na região costeira de Dublin, os leitores poderão respirar os ares da Ilha da Esmeralda como se estivessem por lá.

De férias, Amy embarca em uma viagem com o namorado e relata tudo em um diário, inclusive quando descobre um segredo de família esquecido há décadas e que envolve a melhor amiga, Lisa. Após a revelação, a protagonista começa a investigar o próprio passado, enquanto se envolve em um triângulo amoroso e mergulha de cabeça nas tradições irlandesas, que vão dar um toque todo mágico à trama.

Amanda Boaviagem
Amanda Boaviagem

Além de uma visita a famosos pontos turísticos do país, os personagens também se inserem no contexto local. De músicas e lendas às comidas típicas, aprendem e vivenciam tudo sobre a festa de São Patrício, leprechauns e os famosos “castelos mal-assombrados”.

O castelo era de 1175, um dos mais antigos da Irlanda, e foi residência da família Talbot por mais de 800 anos. Ele manteve toda a decoração interna no estilo da época, desde móveis a pinturas. Lendas sobre fantasmas ecoavam sobre o castelo e nosso guia contou sobre elas. (O Sonho Verde, p. 48) 

Como em um sonho, o enredo tem características para confundir o leitor. Tanto que alguns elementos da história se misturam, como o nome dos dois personagens com quem Amy se envolve: Derek e Erik. Além disso, os capítulos são narrados por pessoas distintas, para testar a percepção de quem está imerso na narrativa.

As próprias experiências da autora no país europeu, há alguns anos, a inspiraram a escrever o romance, bem como a influência da escritora inglesa Jane Austen, citada em uma passagem durante o baile de máscaras. Referências da cultura pop também fazem parte do livro, como easter eggs da mesma forma que na série “Sombra e Ossos”; e o número 42 da saga “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, do inglês Douglas Adams.

A autora: Amanda Boaviagem é pós-graduada em Direito Público e atua como servidora pública em Recife (PE), cidade onde nasceu e cresceu. Fascinada por histórias desde criança, começou a escrever em diários e, anos mais tarde, se encontrou no universo das poesias, crônicas, contos e romances.

Autora de quatro livros e coautora de sete coletâneas, Amanda foi selecionada em 12 concursos literários e é Imortal e Paladino Literário 2022 pela Academia Independente de Letras (AIL). Ainda na literatura, se dedica a divulgar autores nacionais pelo Instagram e organizar ações sociais com livros, como o Amigo Secreto Solidário Literário Virtual, com arrecadação e doação de obras para crianças da ONG Sonhar Acordado Recife.

Redes sociais: Instagram | Site

FICHA TÉCNICA
Título: O Sonho Verde
Autora: Amanda Boaviagem
Editora: Viseu
ISBN/ASIN: 978-6525447087
Formato: 23 x 16 cm
Páginas: 356
Preço: R$ 76,90 (físico) | R$ 34,90 (eBook)
Onde comprar: Amazon

Artigo anterior
Próximo artigo

Últimas postagens

Compartilhe
Send this to a friend