Jogadoras de vôlei vítimas de racismo recebem Moção de Solidariedade e Reconhecimento

Jogadoras de vôlei vítimas de racismo recebem Moção de Solidariedade e ReconhecimentoEm manifestação de apoio às atletas do vôlei do Tijuca Tênis Clube, vítimas de racismo em janeiro deste ano, o vereador Marcio Ribeiro entregou, nesta terça-feira (13), Moção de Solidariedade e Reconhecimento a fim de homenagear as talentosas jogadoras que honram a camisa do clube e enriquecem o esporte através de suas habilidades e perspectivas.

“O racismo, em pleno século XXI, é inaceitável e deve ser firmemente combatido. Os insultos proferidos às meninas do vôlei do Tijuca vão contra os princípios de respeito e igualdade que sempre devem prevalecer em todos os esportes”, disse o vereador Marcio Ribeiro.

As homenageadas são Camilly Cristina de Ornellas; Daniele Oliveira e Thaís Evellin de Oliveira.

O caso aconteceu em 26 de janeiro, em partida válida pela Superliga B de vôlei feminino, onde as jogadoras denunciaram manifestações racistas de torcedores do Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui