Leandro Sapucahy é a grande atração do Casarão do Firmino, nesta sexta-feira

Leandro Sapucahy
Leandro Sapucahy

Nesta sexta (26), a partir das 18h, tem show do cantor , compositor e produtor Leandro Sapucahy  no Casarão do Firmino, que fica na rua da relação – 19, na Lapa. Ainda no evento tem os Grupos 100% e Audácia Pura  e o Pagode da Beta  e, nos intervalos a DJ Nicolle Neumann garante a animação, com aquele esquema que você já conhece: Você paga um valor colaborativo, na maior casa de samba do centro do Rio.

E uma dica: Cheguem cedo porque a casa lota,pois a procura pelo evento é muito grande, o chopp é de graça das 18h às 19h30 e você certamente não vai ficar de fora, né? Então, como diz o anfitrião Carlos Firmino:  “Amarra a marimba e espalha a fofoca!

Leandro Sapucahy

Além de apresentar músicas próprias como “Favela Fashion Week”, Efeito Amor e Cuca Quente, Leandro canta composições de Bezerra da Silva, Jorge Aragão, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Fundo de Quintal e outras feras da Música Popular Brasileira.

Um “Palácio do Samba”, como é popularmente conhecido, localizado no berço da boemia carioca, no bairro da Lapa, entre o Centro e a zona sul do Rio de Janeiro, o Casarão do Firmino é conhecido pelas tradicionais rodas de samba que reúnem grandes nomes do cenário musical,pessoas de todos os cantos do Rio de Janeiro, além de turistas brasileiros e estrangeiros.

O idealizador do Casarão é o empresário Carlos Firmino, de 42 anos, que dá nome ao espaço cultural, que ocupa uma área coberta e ampla, de fácil acesso, situada na efervescência cultural do Rio. O Casarão também é símbolo de resistência. Os eventos buscam resgatar a essência do samba, com entradas gratuitas ou colaborativas, em que cada frequentador contribui se quiser e com quanto puder. O principal objetivo é manter vivo oritmo que mexe com pessoas do mundo inteiro.

“Amarra a marimba e espalha a fofoca!” O bordão já é uma marca. A expressão criada por Carlos Firmino para divulgar as atrações do Casarão, hoje, é repetida por artistas e frequentadores assíduos do espaço mais concorrido da boêmia Lapa. E não apenas a frase ganhou fama. A fila que se estende pela rua da Relação e toma a calçada da esquina, na Lavradio, reforça que o Palácio do Samba é ponto de encontro de cariocas e turistas.

Aliás, o local parece estar mesmo na moda. É cada vez mais comum encontrar no estacionamento decorado – são samambaias, lâmpadas,placas e pinturas que celebram orixás e homenageiam Nelson Mandela -, atores,atrizes, jornalistas, influenciadores digitais e grandes nomes do mundo do samba.Recentemente, Moacyr Luz, Xande de Pilares, Pique Novo, Sombrinha, Feyjão,Jorge Aragão passaram pela casa.

Vinny Santa Fé, Délcio Luiz, Gabriel da Muda, Nego Álvaro e Serginho Meriti também estão sempre presentes e são sinônimo de sucesso de público. O grupo Arruda é outra atração que atrai fãs de todos os cantos da cidade, assim como o Pagode da Beta, potência dessa geração que não deixa o samba morrer.

SERVIÇO
Leandro Sapucahy no Casarão do Firmino. Abertura do Grupo Audácia Pura. Em seguida Pagode da Beta e Grupo 100%, e nos intervalos a DJ Nicolle Neumann.
DATA: 126 de Abril, SEXTA FEIRA
LOCAL: Rua da Relação, 19, na Lapa
HORARIO: A partir das 18h
Classificação Etária: 18 anos.
ENTRADA COLABORATIVA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui