Início » Orquestra Ouro Preto e Vale Música estreiam “Fernão Capelo Gaivota” no Rio

Orquestra Ouro Preto e Vale Música estreiam “Fernão Capelo Gaivota” no Rio

por Rafael Gomes

Clássico da literatura musical ganha adaptação que une música, literatura e dança na cantata cênica tem sua estreia presencial dia 19 de julho no Teatro Riachuelo

Literatura, música e dança reunidas para celebrar a riqueza do Brasil e enaltecer a força de uma obra-prima. “Fernão Capelo Gaivota”, clássico da literatura mundial, é uma ode à liberdade de alçar voos cada vez mais distantes e é este o sentimento que inspira o espetáculo homônimo que a Orquestra Ouro Preto e participantes do Programa Vale Música estreiam, no dia 19 de julho, às 20h, no Teatro Riachuelo, no Centro.

A mistura potente da arte de diferentes cantos do país se tornou realidade em uma elogiada produção audiovisual, que agora ganha apresentações presenciais. Cantata cênica para coro infantil, balé e orquestra, a montagem rompe as fronteiras geográficas conectando a formação mineira a jovens artistas do Programa Vale Música, projeto autoral do Instituto Cultural Vale.  

“Fernão Capelo Gaivota”, best-seller escrito por Richard Bach, narra a história de uma gaivota para a qual voar não seria simplesmente um ato para se locomover. Voar é uma arte e, como tal, deve ser treinada, praticada e compartilhada com os demais, gerando grandes transformações. Uma história sobre a liberdade, a aprendizagem e o amor, que recebe as notas orquestradas nessa adaptação assinada pelo maestro Rodrigo Toffolo e que conta ainda com nomes de peso como Tim Rescala, autor da música original, e a narração conduzida pela doce voz da atriz Nina Vogel.

Para o maestro Rodrigo Toffolo, será uma experiência ímpar presenciar a diversidade da arte brasileira em um projeto tão inovador. “Sempre achei que esse é daqueles livros que todo mundo deveria ler na vida. Ele tem uma mensagem muito importante sobre a liberdade, o amor e a beleza de acreditar em si mesmo. Esse projeto é um sonho realizado, que mostra a potência da história de Fernão Capelo através da música, do canto e da dança. É um projeto lindo, motivo de muito orgulho para todos nós e o brilho nos olhos desses jovens músicos e bailarinos espalhados pelo Brasil comprovam que as possibilidades são, sim, infinitas. Assim como a paixão por voar transformou Fernão, acredito que a paixão pela arte e pela música pode transformar as pessoas”, afirma o maestro.

Para Márcia Rolon, coordenadora do Instituto Moinho Cultural Sul- Americano (MS), projeto que deu origem à Cia. de Dança do Pantanal e é um dos polos do Vale Música, esse trabalho foi desafiador, mas promete um resultado esplêndido. “Essa busca pela perfeição, presente em Fernão Capelo Gaivota, é algo que nós, bailarinos, perseguimos constantemente, por isso também nos identificamos tanto com esse trabalho. A música é leve, é suave, é alegre, é infantil e ao mesmo tempo muito profunda. Ela fala de diversidade e traz todos os pontos da história do livro de uma maneira muito concreta, é uma leitura musical”. 

Sobre o Programa Vale Música

Projeto autoral do Instituto Cultural Vale, o Programa Vale Música é uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem entre estudantes de polos musicais em quatro estados – Pará, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul – e profissionais das maiores orquestras do país. Ao todo, envolve cerca de 250 profissionais e mais de 1.000 alunos em intercâmbios, aulas e residências artísticas. São parceiras do Programa Vale Música a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), a Orquestra Ouro Preto, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) e a Nova Orquestra, patrocinadas por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

SOBRE A ORQUESTRA OURO PRETO

Uma das mais prestigiadas formações orquestrais do país, a Orquestra Ouro Preto completa 22 anos de atividades e se reafirma como uma orquestra de vanguarda. Sob a regência e direção artística do Maestro Rodrigo Toffolo, o grupo se dedica à formação de diferentes públicos, com extensa programação nas principais salas de concerto no Brasil e no mundo, além de se destacar no número de visualizações e ouvintes das plataformas de streaming e redes sociais. Sob os signos da excelência e versatilidade atua também em projetos sociais e educacionais que vão muito além da música, como o Núcleo de Apoio a Bandas e a Academia Orquestra Ouro Preto. Premiado nacionalmente, o grupo tem 15 trabalhos registrados em CD, 7 DVDs. Foi vencedora do Prêmio da Música Brasileira em 2015, na categoria

“Melhor Álbum de MPB”, e indicada ao Grammy Latino 2007, como “Melhor Disco Instrumental”, por Latinidade. Os discos “Latinidade – Música para as Américas”, “Antônio Vivaldi – Concerto para Cordas”, “The Little Prince” e “Orquestra Ouro Preto e Desvio – Ritmos Brasileiros” têm distribuição mundial pela gravadora Naxos, a mais importante do mundo dedicada à música de concerto.

SERVIÇO

Orquestra Ouro Preto e Vale Música apresentam – Fernão Capelo Gaivota

Dia: 19 de julho de 2022, terça-feira, às 20h.

Local: Teatro Riachuelo – Rua do Passeio, 38/40 – Centro, Rio de Janeiro – RJ

Classificação: Livre para todas as idades.

Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/74989/d/148749

Informações: https://www.orquestraouropreto.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via