Resenha Black Bom traz a Black Music para o Renascença Clube

Black Bom
Black Bom

Dia 23/3, a partir das 16h, tem Resenha Black Bom no Renascença Clube. O espaço é ideal, visto que o Rena sempre foi um reduto de resistência na luta contra qualquer tipo de discriminação.

A Resenha Black Bom, um dos principais projetos do Instituto Black Bom, nasce como uma versão reduzida, com a mesma qualidade do baile Black Bom, mas com outro formato mais focado no elemento dança e na integração do público. Os mestres de cerimônia da Resenha, Sami Brasil e Anthônio Consciência, vão convidar o público para um aulão de passinho, charme para iniciantes, entre outras intervenções de dança, ao som do Dj Flash (residente do baile).

O movimento cultural Baile Black Bom, que remonta os Bailes Black Power realizados no espaço público da cidade, nasceu em 2013, no Quilombo Pedra do Sal, para homenagear aos clássicos da Black Music nacional e internacional e todo o charme dos passinhos que envolvem todas as idades. Considerado referência em ocupação criativa das ruas, arrastando multidões a cada edição, o Baile foi idealizado por Sami Brasil e Anthônio Consciência que foram mais além criando o Instituto Black Bom para reunir, fortalecer e potencializar redes de trabalho entre empreendedores negros dos segmentos da economia criativa.

“Para nós, estar no Renascença Clube é falar de ancestralidade, é pisar num chão onde aconteceram muitos bailes como o nosso. Desde o seu nascimento, o Baile Black Bom é comprometido com o resgate dos bailes black e da musicalidade como ferramenta de identidade, pertencimento e luta do povo negro. Então, estamos muitos felizes em pisar nesse chão e celebrar os que vieram antes, os que estão fazendo hoje e reunir famílias para mostrar o quanto a black music é um espaço acolhedor e efervescente da nossa corporeidade preta, da nossa identidade e um lugar onde a gente se encontra, se fortalece e segue empoderada ”, conclui Sami Brasil.

Serviço

Dia: 23/3

Hora: 16h

Local: Renascença Clube (Rua Barão de São Francisco, 54 – Andaraí)

ENTRADA FRANCA

Censura Livre (menores só acompanhados dos responsáveis)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui