Início » Sucesso no palco, na tela e no Carnaval

Sucesso no palco, na tela e no Carnaval

Ator Milton Filho esbanja técnica e emoção na comissão de frente da Beija- Flor

por Redação
Milton Filho, Domitila ferreira e Braulio Gomez

A Azul e branco de Nilópolis deu um show de talento e crítica ao apagamento da história e da cultura negra na avenida. Milton Filho, que está no elenco da segunda temporada de “Dom”, integra a comissão de frente da escola desde de 2015. O ator revela a importância e a responsabilidade de atuar na entrada da escola na avenida.

 “Desfilar na comissão de frente e dar abertura ao carnaval de uma escola de samba é uma responsabilidade enorme. Toda a vez que eu estou em uma comissão de frente, esse peso vem. Essa responsabilidade de abertura para a gente contar , cantar, encantar e sambar a  história que a escola representa, é um grande prazer e satisfação estar ali”.  Para Milton, que participa da maior festa a céu aberto do mundo desde 2003, desfilar representa a valorização da ancestralidade.

 “A primeira vez que eu pisei na Sapucaí foi como se uma força maior entrasse pelo meu corpo e fizesse com que meu espírito sorrisse através das minhas pernas. É um momento incrível, único poder estar na passarela do samba. Fazer parte da Beija-flor é uma honra! É como se você fosse coroado. É como ser eleito presidente da república (risos) É que a Beija-Flor é a deusa da passarela. Eu estou na Beija-Flor e entendo o peso da bandeira.

 A escola tem uma base incrível,  que faz você pulsar o samba. É de uma magnitude sem tamanho. Só é possível entender ao vestir a camisa, desfilar e defender o pavilhão da Beija-Flor. É uma honra defender a Beija-Flor na comissão de frente. Artista experiente com passagens em diversas agremiações como: Viradouro, Mangueira, Unidos da Tijuca, Vila Isabel,  União de Jacarepaguá, Boia da Ilha, União da Ilha, Arranco do Engenho de Dentro e Inocentes de Belford Roxo, Milton ressalta que estar na Beija-Flor é consagrar toda a sua ancestralidade a partir do chão desta comunidade incrível nilopolitana. É indescritível, pois a escola e a comunidade merecem todas as honrarias dos deuses e da passarela, pois até hoje não vi uma escola com tamanha magnitude passar pela Sapucaí.

O artista entende a importância do enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor”, e declara sua gratidão pelas vidas negras e pelo momento pós pandemia. “Só tenho  a agradecer a Deus e a todos os Orixás por me permitirem desfilar no Carnaval de2022 após todas as mortes causadas pela Covid -19 que levou muitas e muitos dos nossos. Por isso eu me sinto um ser humano privilegiado por estar aqui vivendo, respirando, inspirando  e resistindo junto aos meus e as minhas. Obrigado, obrigado e obrigado!!! Espero desfilar novamente no sábado com as campeãs. Será lindo o título e o reconhecimento de todo o trabalho de dedicação e entrega da escola e da comunidade. Vamos comemorar e resistir sempre!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via