Início » Teatro-documentário no Sesc Copacabana

Teatro-documentário no Sesc Copacabana

por Shirley M. Cavalcante
Anna Paula Black

A cantora e atriz Anna Paula Black volta ao teatro no pós-pandemia com a peça de teatro-documentário “DOIS (mundos) – VOLUME I: CORAÇÃO” com estreia dia 5 de fevereiro, sábado, no Mezanino do SESC Copacabana, RJ. O espetáculo em versão inédita presencial, depois de experimentos cênicos virtuais realizados ao longo da pandemia, fica em cartaz até dia 20/2. Dramaturgia e direção de Felipe Vidal.

O trabalho é uma “peça-espelho”, um diálogo com o premiado documentário cênico “Cabeça”, a partir de um importante disco de rock de 1986 com a banda “Titãs”, traçando uma ponte entre o ano de lançamento até 2016, olhando para trás. O novo espetáculo “DOIS (mundos)” é parte de outro álbum fundamental de 1986 – DOIS, do grupo brasileiro “Legião Urbana”, para olhar para frente.

Em televisão as últimas participações de Anna Paula Black foram às novelas “Malhação – Sonhos” e “Quanto Mais Vida, Melhor!” (TV Globo) e no cinema no filme “Medida Provisória”, de Lázaro Ramos.

– Eu sempre gostei das músicas da banda Legião Urbana que trazem lindas mensagens. Cantar esse repertório no palco será um grande prazer, já que o espetáculo tem um bonito olhar para o futuro – explica Anna, que em seguida acrescenta: – Tenho um dueto final de “Eduardo e Mônica” com o ator Lucas Gouvêa e está um luxo – finaliza orgulhosa do resultado musical.
Em seus 25 anos de carreira Black têm trabalhos assinados por importantes diretores: Antônio Abujamra, João Fonseca, Flávio Marinho, Luiz Fernando Lobo, João das Neves, Hilton Cobra, Gilberto Gawronski, entre outros nomes da cena teatral brasileira. Participou de emblemáticos grupos de teatro como “Os Fodidos Privilegiados”, “Companhia Ensaio Aberto” e “Cia dos Comuns”.

Atuou em diversos espetáculos, inclusive, on-line como “Anjo Negro”, de Nelson Rodrigues, direção de Antonio Quinet e “Insubmissa Negra Voz”, direção de Tatiana Tibúrcio e Renato Farias. Na lista das peças presenciais estão com destaques “Bituca Milton Nascimento para Crianças”, “Marrom, Nem Preto, Nem Branco?”, “Chica da Silva – O Musical” e “Besouro Cordão de Ouro”.

Ficha Técnica
Direção e dramaturgia final: Felipe Vidal
Colaboração dramatúrgica: Leonardo Corajo
Textos construídos com a participação do elenco
Diretor assistente: Rafa Sieg
Elenco (ordem alfabética): Anna Paula Black, Felipe Antello, Felipe Vidal, Guilherme Miranda, Gui Stutz, Leonardo Corajo, Lucas Gouvêa, Luciano Moreira, Rafa Sieg, Sergio Medeiros, Tainá Nogueira e a participação de Carol Fazu em vídeo.
Direção musical e arranjos: Luciano Moreira e Felipe Vidal
Figurinos: Flavio Souza
Iluminação: Felipe Antello e Vilmar Olos
Concepção cenográfica: Felipe Vidal
Videografismo e programação visual: Eduardo Souza
Edição de vídeos: Felipe Vidal e Guilherme Miranda
Produção: Paulo Mattos
Redes sociais: Lucas Gouvêa
Realização: Sesc RJ e Complexo Duplo
Assessoria de imprensa: JSPontes–João Pontes e Stella Stephany

Serviço:
Estreia: 5 de fevereiro, sábado, às 20h
Onde: Mezanino do Sesc Copacabana
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana / RJ
Telefone: (21) 2547-0156
Horários: quarta a domingo às 20h
Ingressos: R$30 e R$15 (meia-entrada)
Temporada: até 20 de fevereiro
Capacidade de público: 70 lugares
Duração: 100 min.
Classificação: 16 anos

Misery ganha nova montagem cênica em São Paulo

Misery

Misery – Foto: Leekyung Kim

O romance Misery – Louca Obsessão, escrito nos anos 1980 pelo autor norte-americano Stephen King, um dos autores mais traduzidos e adaptados para o cinema e teatro no mundo inteiro, ganhou versão para o cinema assinada por William Goldman. Traduzida e adaptada para o português por Claudia Souto e Wendell Bendelack, Misery ganha montagem cênica que chega ao Teatro Porto Seguro, dia 04 de fevereiro de 2022. A produção e realização é de Bruna Dornellas e Wesley Telles, da WB Produções.

A peça conta a história de Paul Sheldon (Marcello Airoldi), um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados pela personagem Misery Chastain. Após sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira Annie Wilkes (Mel Lisboa). A simpática senhorita é também uma leitora voraz de sua obra e se autointitula principal fã do autor.

A montagem de Lenate, no entanto, é a primeira adaptação direta do texto de William Goldman. Entre as versões internacionais, destacam-se a montagem da Broadway protagonizada por Bruce Willis e Laurie Metcalf em 2015 (por sua interpretação, Laurie foi nomeada para o Tony Award de Melhor Atriz de Teatro) e a versão mexicana de 2011, que conta com o renomado ator Demián Alcázar e Itatí Cantoral. Ao todo, Misery já foi montado para o teatro em dez países.

Misery- Serviço
Estreia dia 4 de fevereiro de 2022 no Teatro Porto Seguro em São Paulo (SP).
Temporada até 27 de março de 2022
Sexta a domingo (sextas e sábados, às 20h e domingos, às 19h)
As sessões aos domingos contam com intérprete de Libras
Ingressos: Plateia: R$ 80 / Frisas e balcão: R$ 60
Classificação: 14 anos
Duração: 120 minutos
Gênero: Suspense
Capacidade: 356 lugares (70% da capacidade)

TEATRO PORTO SEGURO
Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.
Telefone (11) 3366.8700

Juros de Amor no youtube

Juros de amor

Juros de amor

Qual a diferença entre um avarento e um apaixonado, se não o objeto amado? Harpagon é apaixonado por seu dinheiro e beira o ridículo. Avarento demais, ele tenta prender seus filhos em casamentos por interesse. Seus filhos, por sua vez, são enamorados por duas almas, a que tudo indica, tão apaixonantes quanto pobres. Nessa atrapalhada equação, a matemática de Juros de Amor, adaptação de “O Avarento” de Molière, segue a fórmula de toda boa farsa, com encontros, desencontros, planos, armadilhas e um final surpreendente.

Dirigido por Hector Espagnoli, Juros de Amor é a formatura do Curso Profissionalizante de formação de atores da UP ARTS e estreia na próxima sexta-feira, dia 04 de fevereiro, no canal da UP ARTS no Youtube.

Além da direção de Hector Espagnoli, o espetáculo tem coordenação artística de Cátia Massotti e Trilha Sonora de Iza Guedes e Kiko Guedes. No elenco estão Guilherme Brinhole, Kiko Guedes, Leonardo Zaratin, Leticia Franco, Nicole Paradello, Paola Champi, Paulo Netto e Sara Lopes. As artes gráficas são de Daniella Faria e a assistência virtual de Carla Gmurczyk.

As sessões acontecem neste final de semana, sexta-feira, sábado e domingo, 04, 05 e 06 de fevereiro, sempre às 20h, no canal do YouTube /UPARTSOFICIAL.

A Up Arts está localizada em Campinas e oferece o Curso Profissionalizante de Formação de Atores com destaque em Teatro, Dublagem, Cinema e TV. Esse curso de formação de atores encaminha para a obtenção do registro profissional (DRT). O aluno é preparado para desenvolver a atuação nessas áreas e vivenciar as possibilidades de trabalhar na profissão. Com uma infraestrutura de ponta e professores qualificados, a UP ARTS oferece o que existe de mais moderno, ampliando a visão sobre o fazer artístico e capacitando os alunos para o mercado de trabalho. AULAS PRESENCIAIS EM 2022! MATRÍCULAS ABERTAS! Turmas de segunda e quarta-feira, das 19h às 22h ou aos sábados das 9h às 16h. Contatos pelo WhatsApp (19) 99317-0182 ou telefone (19) 2103-9263.

Geração Glee – O Musical” prorroga temporada até 20/02 no Teatro Clara Nunes

Geração Glee - O Musical

Geração Glee – O Musical

“Geração Glee – O Musical” acaba de anunciar a prorrogação da temporada até dia 20/02 no Teatro Clara Nunes no Rio de Janeiro. O espetáculo está em cartaz todos os domingos, às 20h.

A peça retrata a história de alunos do último ano do High School que estão prestes a passar pela fase mais difícil de suas vidas, enquanto trabalham para ter a chance de ganhar o concurso de música mais prestigiado do mundo em Nova York e compartilhar suas esperanças e sonhos com a nova professora do Clube de Coral.

Com músicas de Lady Gaga, One Direction, Jessie J., Katy Perry, Bruno Mars, Miley Cyrus, Demi Lovato, entre outras, Geração Glee retrata um ano cheio de felicidades, decepções, amores e perdas na vida dos jovens alunos.

Com realização da Escola de Artes Faz Assim, o musical do britânico Martin Callaghan, ator e diretor em West End London, destaque na Europa, já é considerado sucesso no Brasil.

Serviço:
Datas: 06/02, 13/02 e 20/02
Horário: às 20h
Local: Teatro Clara Nunes no Shopping da Gávea
Endereço: R. Marquês de São Vicente, 52 – Gávea, Rio de Janeiro – RJ
Classificação: livre
Duração: 80min
Texto e direção: Martin Callaghan
Adaptação: Fred Trotta
Direção residente: Fred Trotta
Direção musical residente: Kika Tristão
Direção de movimento: Andressa Tristão
Preparação de elenco: Karlla Guimarães
Realização: Escola de Artes Faz Assim
Valores ingressos:
Inteira – 80,00
Meia – 40,00
https://bileto.sympla.com.br/event/70717

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via