Início » Tributo à Janis Joplin com a cantora catarina Crystal e a banda Os Aquamonkeys no Bar das Artes

Tributo à Janis Joplin com a cantora catarina Crystal e a banda Os Aquamonkeys no Bar das Artes

por Redação
CATARINA CRYSTAL e a Banda AQUAMONKEYS

O produtor João Luiz Azevedo tem o privilégio de apresentar o show da cantora CATARINA CRYSTAL ao lado da sua banda OS AQUAMONKEYS em homenagem à JANIS JOPLIN, no próximo sábado, dia 04 de junho/2022, a partir das 21h, no Bar das Artes (Rua Aires Saldanha 13, Copacabana) com couvert artístico a R$30,00

Considerado por muitos fãs de Joplin, como ‘O Maior Tributo à Pérola Branca do Blues do Brasil’, a cantora e compositora paranaense, que chegou ao RJ há apenas seis anos, Catarina Crystal apresenta em seus shows, os maiores sucessos da primeira estrela do Rock, a imortal JANIS JOPLIN, ao lado dos músicos Jonny Bastos e Henrique Soares nas guitarras, Antônio Neto na bateria e Leonardo Toffano no baixo que formam a banda OS AQUAMONKEYS.

Certamente estarão no setlist do show as inesquecíveis ‘Mercedes Benz’, ‘Try’, ‘Kosmic Blues’, ‘Me and Bobby Mcgee’, ‘Bye Bye Baby’, ‘Maybe’, ‘To Love Somebody’ e ‘Summertime’, ‘Piece of my Heart’

Toda sua vivência musical sempre esteve muito próxima das grandes divas mundiais como Janis Joplin, Aretha Franklin, Etta James, Nina Simone, Edith Piaf, Amy Winehouse e outras grandes influenciadoras de sua carreira.

Catarina desenvolveu um timbre de voz que traz à tona toda a versatilidade e energia de Janis de uma forma emocionante e surpreendente. Nesse show, Catarina contará com a Superbanda OS AQUAMONKEYS, para acompanhá-la na empreitada de fazer o público reviver a obra de uma das maiores cantoras da história do Blues e do Rock.

Venham reviver e se emocionarem com o maior tributo da atualidade à lendária Janis Joplin.

Janis Lyn Joplin (Port Arthur, 19 de janeiro de 1943 — Los Angeles, 4 de outubro de 1970) foi uma cantora, compositora e multi-instrumentista norte-americana. É considerada a “Rainha do Rock and Roll”, “a maior cantora de rock dos anos 1960” e “a maior cantora de blues e soul da sua geração”. Alcançou proeminência no fim dos anos 1960, como vocalista da Big Brother and the Holding Company, e posteriormente como artista solo, acompanhada de suas bandas de suporte: a Kozmic Blues e a Full Tilt Boogie. A revista Rolling Stone a considerou entre os 100 maiores artistas de todos os tempos.

Influenciada por grandes nomes do jazz e do blues, como Aretha Franklin, Billie Holiday, Etta James, Big Mama Thornton, Odetta, Leadbelly e Bessie Smith, Janis fez de sua voz potente e metálica, ao mesmo tempo suave, a sua característica mais conhecida, tornando-se um dos ícones mundiais do rock psicodélico, marcando a geração dos anos 1960. Todavia, seu vício em drogas e álcool encurtou sua carreira. Morreu em 1970, no auge do sucesso, após uma overdose de heroína e álcool, aos 27 anos, sendo incluída na lista do Clube dos 27, que reúne todos os músicos que morreram com essa idade. Com uma trajetória pessoal e profissional demasiadamente curta, mas vivida intensamente, Janis deixou seu poderoso legado musical, tendo lançado quatro álbuns: Big Brother and the Holding Company (1967), Cheap Thrills (1968), I Got Dem Ol’ Kozmic Blues Again Mama! (1969) e o póstumo Pearl (1971), que foi o último álbum com participação direta da cantora.

Artigos relacionados

1 comentário

Deixe um comentário

Share via