Início » O bom velhinho pousa de helicóptero no bairro de Nova Iguaçu, fazendo a alegria da criançada

O bom velhinho pousa de helicóptero no bairro de Nova Iguaçu, fazendo a alegria da criançada

por Jorge Rodrigues
Papai Noel

Nem precisa dizer que a chegada do Pai Natal foi uma loucura!! A gurizada estava entusiasmadíssima! Nova Iguaçu entrou no clima de Natal!

Ontem, foi de pura magia. A programação reuniu crianças de todas as idades, que estavam acompanhadas de suas famílias, ansiosas para ver o bom velhinho mais de perto. Além da chegada do Papai Noel, a farra natalina ficou completa com a distribuição de em torno de 600 brinquedos, desde carrinhos, bonecas, bolas, heróis, jogos, entre outros. Mas o ponto alto ficou por conta do sorteio das bicicletas. O lendário chegou na parte da manhã e contou com ajuda de uma noelete para a entrega dos presentes.

Para muitos, uma emoção sem palavras, como para Dona Maria Celina Neves Silva, que levou os 3 netos para a festa: “Minha filha está trabalhando, tive que trazer as crianças, valeu muito a pena, eles estão doidinhos, nem sei o que dizer. O meu menor ficou todo bobo. Veio correndo me falar que pegou na barba do Papai Noel”, se diverte a avó, que é moradora do bairro.

O momento em família foi marcado por pura animação e ansiedade para Celina Mattos e os filhos Nattan, com 4 anos, e Jéssica, de 8 anos. Segundo a mãe, quando o menorzinho soube que iria “visitar” o “Noel”, acordou
cedinho e pediu para ir logo para festa. Segundo ele “Não queria perder a chegada do Papai Noel”.

Que o diga o pequeno Jonnas Teixeira, com 11 anos, que estava na maior euforia – “Eu nunca vi um Papai Noel chegar de helicóptero, muito maneiro”, ele em nem bem deu seu depoimento já saiu correndo chutando a bola que ganhou.

Toda a atividade aconteceu no campo da Área de Lazer, localizado na R. Maj. João Pinheiro, número 4 – Jardim Iguaçu. O espaço é um exemplo de fenômeno social. Há cerca de 20 anos, uma liderança local, popularmente conhecido por Zé Auto Peças (que dá nome ao projeto), ganhou a simpatia e confiança dos moradores. Com ajuda da comunidade, resolveu revitalizar um quarteirão do bairro, transformou 100X50m² ocupado por lixo e abandonado por anos, em um grande território de entretenimento. E hoje, com uma sobrevida, depois do apoio do Instituto Lavie, vem realizando diversas atividades

“Crianças precisam ser crianças! E devem ser protegidas, amadas e cuidadas por nós, cuidando das crianças de forma adequada estaremos não somente as protegendo, mas salvando o futuro delas e ajudando a formar adultos melhores, mais conscientes e preparados para o mundo. Fico feliz em fazer parte de todo esse movimento”, declarou a presidente do Instituto Lavie, Patrícia Cavalcante.

A chegada do Instituto Lavie no projeto vem fazendo muita diferença. Promoveu em outubro, uma grande festa alusiva ao Dia das Crianças, para mais de 300 crianças, com brinquedos e guloseimas. E agora volta com outra ação, beneficiando direta e indiretamente mais de 1200 pessoas. E já estão juntos planejando outras ações.

“Ha´mais de 25 anos que não tem uma festa como essa no nosso bairro. Foi maravilhoso ver o rosto das crianças. Eu no alto dos meus 47 anos fiquei empolgado, imagine eles”, pontuou Zé, que administra o espaço. A festividade foi um sucesso.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via