Início » Resoluções para 2022: essa é a hora de tirar as metas do papel

Resoluções para 2022: essa é a hora de tirar as metas do papel

Especialistas dão dicas para você começar a cumprir seus objetivos do ano

por Redação

Janeiro chegou e junto com ele, as famosas “metas de ano-novo”, que, muitas vezes, ficam apenas no papel.   

Para começar 2022 com pé direito, especialistas dão dicas de como conseguir cumprir algumas das metas mais comuns. Confira:   

Estudar inglês  

Dominar a língua de Shakespeare traz muitas vantagens. Tirar essa meta do papel pode ser um diferencial para aquela vaga de emprego ou até mesmo para estudar fora do Brasil. Elisabete Tess, Gerente acadêmica da Cultura Inglesa, ensina como ter disciplina nos estudos para ir além do “the book is on the table”.  

O aprendizado de qualquer coisa – inclusive de um idioma – é a prática. Já temos a vantagem de sermos impactados pelo inglês diariamente em séries, internet, música e isso pode – e DEVE – ser usado a favor.   

É interessante ver qual seu nível de conhecimento. Há vários testes que indicam qual seria o módulo ideal para quem quer recomeçar ou até mesmo começar a estudar inglês, como o da Cultura Inglesa https://www.culturainglesa.net/descubra-seu-nivel-de-ingles/  

Busque um curso com boas referências no mercado e que possa contribuir com uma base de aprendizado de qualidade tanto para ler, escrever e falar.   

Desafie-se! Experimente assistir a um filme ou série sem legenda para apurar os ouvidos. Leia um livro ou um jornal em inglês. Cante aquela música que você gosta em inglês. Pratique o que aprendeu.  

Ah, e o mais importante: não desanime. Lembre-se que este aprendizado é para toda a vida. 

Para escritora Hananza nunca é tarde para estudar o idioma. “O inglês conecta o mundo”. Ela explica que precisou viajar a trabalho duas vezes com o inglês básico. “Era sufocante ter que fazer mímica e, muitas vezes, não saber como expressar muitas das coisas que eu queria falar. Certamente perdi oportunidades maiores de contrato por conta do inglês que eu não tinha”, conta. Atualmente, Hananza, que também é cantora e comunicadora, estuda o idioma e acredita que fez a escolha certa. “O tempo é precioso e uma das únicas coisas que não podemos comprar ou modificar. Portanto somos nós que devemos aprender a administrá-lo e utilizá-lo a nosso favor. Realizem seus planos e se querem potencializar seus resultados aprendam inglês”.

Hananza Aluna da Cultura Inglesa

Hananza Aluna da Cultura Inglesa

Ter uma alimentação mais saudável   

A pandemia alterou os hábitos alimentares de muita gente. Muito delivery, pouca atividade física, maior consumo de álcool. Esse mix tem efeitos devastadores no nosso organismo que vão além do ganho de peso. A nutricionista Izabella Rocha (@izabellarochaoficial) ensina como fazer pequenas mudanças no dia a dia para ter uma rotina de alimentação mais saudável.   

1) Organizar as compras: durante a Pandemia tivemos o hábito de recorrer ao mais prático e nem sempre essa opção é a mais saudável! Fazer uma lista com alimentos saudáveis e gostosos e tê-los em casa ajuda muito a diminuir o risco de recorrer ao não saudável, pela praticidade e rapidez, tanto em momentos de fome quanto de ansiedade.   

2) Opte por quentinhas: caso você não tenha tempo de preparar suas refeições, recorra a quentinhas saudáveis. Há no mercado uma vasta gama de opções para todos os gostos e bolsos.   

3) Tire horários para realizar as refeições no dia a dia: percebo no consultório que durante o home office as pessoas deixaram de ter horário de almoço, de café e mesmo para um café ou lanche, entrando em reuniões seguidas, uma atrás da outra. O atropelamento das refeições fez com que deixassem de desfrutar do prazer de comer e simplesmente passassem a ingerir qualquer alimento disponível. O ato de comer, quando consciente, alia o prazer ao cuidado com saúde. Portanto, não o despreze! Horários para realizar as refeições propiciam saúde e aumentam a produtividade no trabalho.  

Professor Luiz Felipe Machado

Professor Luiz Felipe Machado

Fazer exercícios regularmente   

Muita gente se rendeu aos aplicativos de exercícios físicos durante o isolamento social, o que pode ser um aliado para quem quer seguir se exercitando regularmente. Felipe Machado, profissional de educação física, explica como tirar melhor proveito da tecnologia para manter os exercícios na rotina.   

Com o confinamento provocado pela pandemia, muita gente teve mais tempo para repensar seus hábitos de saúde. Principalmente quanto à prática de exercícios físicos. A quantidade de downloads dos aplicativos de fitness, por si só, já é um indicativo do aumento de adeptos aos treinamentos on-line. Antes da pandemia, minha agenda era 10% on-line. Hoje, 40% dos meus alunos treinam em suas casas de maneira remota. O uso de elásticos, utensílios como garrafas de água e o próprio peso corporal tem proporcionado aulas motivantes e eficazes.  

Mesmo com a atual liberação do uso de espaços como clubes e academias, o conforto e otimização do tempo com os treinos on-line, foram fundamentais para que muitas pessoas saíssem da condição de sedentárias. É um ótimo recurso para quem busca encaixar os exercícios na rotina.   

Raquel Sampaio - 1001 Livros

Raquel Sampaio – 1001 Livros

Ler mais  

Os grupos de leitura fizeram sucesso na pandemia. Através do mundo virtual, pessoas de diferentes partes do país puderam se reunir, trocar experiências sobre obras, autores e até mesmo personagens. Se em 2022 seu projeto é inserir esse hábito na sua rotina, e tirar da estante aqueles livros que ficaram para depois, a Raquel Sampaio, formada em Letras e dona do Instagram @1001.livros, dá dicas sobre como manter a leitura em dia.   

1) Comece lendo 30 minutos por dia. Se, em média, você conseguir ler uma página a cada dois minutos, em meia hora você terá lido 15 páginas. Em 20 dias você terá lido um livro de 300 páginas, o que é um feito incrível! Aproveite para criar um ambiente favorável.   

2)Na hora de ler, tire as distrações de perto para manter o foco (celular no silencioso é essencial). Acomode-se em uma posição agradável e, se desejar, coloque uma trilha sonora relaxante ao fundo. As playlists de lo-fi do YouTube são ótimas para criar um clima de tranquilidade!  

3) Outra recomendação são os grupos de leitura. A pandemia fez surgir vários grupos em que o organizador prepara um cronograma para a leitura de determinado livro. O cronograma nos ajuda a nos mantermos em dia, pois o bacana é poder participar de discussões sobre a obra. As pessoas se reúnem virtualmente ou compartilham suas impressões por aplicativos de mensagens. Além de manter uma rotina, as trocas proporcionadas pelos grupos enriquecem ainda mais a experiência.”  

Organizar as finanças   

Nos últimos dois anos, grande parte da população precisou se adaptar às mudanças que afetaram diversas áreas da vida, principalmente, as finanças pessoais. De acordo com o economista Ricardo Camões, a lição importante que marcou esse período desafiador foi a manutenção de uma parte da renda para reserva de emergência. “Certamente, quem já tinha esse hábito enfrentou os imprevistos com menos dificuldade. Por outro lado, quem passou o ano no cheque especial e na “bola de neve” do rotativo do cartão de crédito sentiu na pele o gosto amargo dos juros  – que ao longo do ano aumentaram muito”, pontua. Para Ricardo nunca é tarde para se organizar. “Esse é o momento de dar uma pausa e refletir sobre as experiências. É preciso ver o que aprendemos e escolher os hábitos financeiros que valem a pena manter ou mudar no ano de 2022.”  

1)Tome nota dos seus gastos mensais. Esse hábito é importante para controlar as finanças.  

2) Identifique e corte despesas desnecessárias. É fundamental focarmos nos gastos excessivos. Cada indivíduo sabe de suas necessidades, mas é válido estar atento ao supérfluo e aos itens dispensáveis.    

3) Aplicar parte da renda em modalidades de investimento aderentes ao seu perfil de risco é uma ação que irá ajudá-lo a organizar os gastos pessoais, seja para realizar os seus projetos pessoais ou para estar mais preparado para os imprevistos do dia a dia. 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via