Início » Richard Harary dá 3 passos iniciais para levar seu negócio do Brasil para os EUA

Richard Harary dá 3 passos iniciais para levar seu negócio do Brasil para os EUA

por
Richard Harary

Levar uma empresa do Brasil para os Estados Unidos pode ser um processo complexo e desafiador, mas não é e nem precisa ser um bicho de sete cabeças. Richard Harary, paulistano, migrou para os Estados Unidos com apenas 18 anos e começou do zero até construir seu império, a holding Marco Corporation. Hoje, o profissional usa toda sua experiência e vivência do mercado internacional para auxiliar futuros novos empreendedores que querem investir em um negócio em solo americano.

1- Criando estratégias e avaliando o mercado

Antes de iniciar o processo de expansão para os EUA, determine sua estratégia de negócios e avalie o mercado-alvo. Considere as leis e regulamentações locais, o ambiente empresarial e a concorrência. Forme uma entidade legal, pois para operar uma empresa nos Estados Unidos, é necessário formar uma entidade legal, como uma corporação, uma LLC ou uma parceria. Isso inclui a obtenção de licenças comerciais, a conformidade com as leis trabalhistas e tributárias e a conformidade com as leis de imigração. É importante trabalhar com um advogado especializado em direito empresarial para ajudar a determinar a melhor estrutura legal para a sua empresa. É importante obter um visto de negócios, pois existem vários tipos de vistos disponíveis, incluindo o visto de investidor (EB-5) e o visto L-1, que permite que as empresas transfiram funcionários de uma subsidiária estrangeira para uma subsidiária nos EUA.

2- Encontrar uma equipe local

Para operar sua empresa nos EUA, você precisará contratar uma equipe local para administrar as operações diárias. É importante encontrar os candidatos certos para as posições certas e garantir que eles tenham a experiência necessária para ajudar sua empresa a crescer.

3- O poder do Online

Vale destacar também que para alcançar os clientes nos EUA, é importante estabelecer uma presença online forte. Isso inclui a criação de um site, a criação de contas em redes sociais e a execução de campanhas de marketing digital. Lembre-se de que a expansão para os EUA é um processo complexo e que pode levar tempo para alcançar o sucesso. É importante trabalhar com consultores especializados em negócios e jurídicos para garantir que você esteja cumprindo todas as leis e regulamentações locais e fazendo as escolhas certas para o crescimento de sua empresa”, completa Richard Harary.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via