Início » Paulo Reis estreia como autor com trama diabolicamente bem escrita

Paulo Reis estreia como autor com trama diabolicamente bem escrita

por Redação

O premiado ator e diretor Paulo Reis faz sua estreia literária com Títeres, que é o primeiro livro de uma trilogia a ser finalizada no prazo de um ano. Com uma trama muito bem redigida, Títeres será lançado no dia 02 de maio, às 19 horas, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.

Tradutor de mais de 40 livros, de autores como Michael Crichton, Irvine Welsh, Quentin Tarantino e David Mamet, Paulo conquistou surpreendente traquejo narrativo, dominando o gênero de suspense como poucos autores no cenário editorial brasileiro. A história se passa no Rio de Janeiro, no Carnaval de 2002.

As ações do livro se desenrolam em alguns pontos turísticos significativos para o carioca, como o Bar do Oswaldo, o Bar do Costa, em Vila Isabel, Comunidade do Céu, Av. Niemeyer, Arpoador, Joatinga e suas mansões, e pontua alguns contextos políticos do nosso país em fevereiro de 2002.

Às vésperas do Carnaval, uma menina milionária é sequestrada e mantida em cativeiro pelo ex-chefe do tráfico do Vidigal. Mas a quem interessa o crime?

A família de Carolina, a menina sequestrada, mora em um condomínio de luxo, mas está sem dinheiro. A fogueira das vaidades arde na emissora onde Rômulo Malta, o pai dela, é diretor. Ele tenta conseguir o dinheiro para o resgate, enquanto a mulher, Anna, atriz de sucesso, procura conter o desespero pelo sequestro da filha, sem saber se escuta o pai Vianna, o advogado Lauro Luiz ou a babá Chiquita.

No Rio de Janeiro, ninguém é inocente, mas nem o mais perspicaz leitor de livros de suspense será capaz de decifrar a autoria deste sequestro narrado de forma vertiginosa até seu desfecho. Os pecados e as contradições dos personagens vão nos enredando, sem que se consiga responder: quem são os verdadeiros vilões da história?

Os diálogos rápidos tecem uma teia entre submundos e preconceitos, com todos convivendo sob o sol da cidade à beira-mar. É como se entre o autor e o leitor só existissem eles, os títeres. Apenas nas últimas páginas do romance é que você irá perceber quem armou cada fio, manipulando emoções e mentes, inclusive as dos leitores.

Em sua estreia como escritor, Paulo Reis se destaca pela notável capacidade de criar o suspense narrativo por escrito.
Prepare-se para devorar esta trama diabólica: quem manipula os títeres sabe como ninguém capturar o leitor.

A TRILOGIA

TÍTERES é o primeiro volume de uma trilogia que abarca vinte anos.

O segundo, intitulado FANTOCHES, será lançado no final de agosto, quando o autor completa setenta anos de idade. O texto segue acompanhando os personagens do primeiro livro, mas já em 2013, ou seja, onze anos depois. No decorrer desse período, muita coisa mudou para alguns deles. O enredo ganha tinturas nelsonrodrigueanas, com traições profissionais, surras domésticas, filhos bastardos, trocas de casais, cadáveres insepultos e sentenças penais. O pano de fundo geral é a série de manifestações de protesto que eclodiram em diversas capitais do país nessa época, e o tema central é a repercussão desses acontecimentos sócio-políticos na vida de cada um. Os personagens questionam se há algum plano estratégico orquestrando tudo, e se eles estão sendo manipulados com fins políticos.

O terceiro volume, MARIONETES E MAMULENGOS, será lançado em fevereiro do ano que vem, quando o autor completa cinquenta anos de carreira artística. Na narrativa, veremos todos os personagens sobreviventes afetados de algum modo pela campanha presidencial que se avizinha, com todas as consequências que isso acarretará.

No conjunto, a trilogia narra as vidas de mais de trinta personagens, de variados estratos sociais, em um período de vinte anos, lembrando uma saga épica, embora toda ambientada no Rio de Janeiro. Em sua essência, porém, a história simplesmente questiona até que ponto o livre-arbítrio é uma falácia, e qual o verdadeiro grau de liberdade que as chamadas democracias capitalistas oferecem a seus cidadãos.

O ATOR

Ator e diretor, Paulo Reis já participou de dezenas de novelas, seriados, filmes e peças. Formado por Maria Clara Machado no Tablado, ele também fez teatro em favelas para combater a ditadura militar, conquistou o Troféu Mambembe como melhor diretor por A Tempestade, de Shakespeare, codirigiu o seriado Tamanho Família, na TV Manchete, recebeu o Prêmio APCA como revelação de ator em Vale Tudo, de Gilberto Braga, criou o festival Porto dos Palcos na Zona Portuária e foi diretor artístico do Teatro Café Pequeno.

SERVIÇO

LIVRO – Títeres
AUTOR – Paulo Reis
EDITORA – Autografia
PREÇO – R$ 59,90
PÁGINAS – 240
LANÇAMENTO – Dia 2 de maio, 19h
LOCAL – Livraria da Travessa do Shopping Leblon
Av. Afrânio de Melo Franco, 290 − loja 205 A
TEL – (21) 3138-9600
ASSESSORIA DE IMPENSA – Maria Fernanda Gurgel
Instagram @mfgurgelassessoria

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Não estou interessado em compartilhar. Clique aqui para voltar para o conteúdo!
This window will automatically close in 10 seconds
Share via