Início » Marina Giuberti assina harmonização de evento na Embaixada do Brasil em Paris

Marina Giuberti assina harmonização de evento na Embaixada do Brasil em Paris

por Redação
Marina et Raphael

Para homenagear a gastronomia e os produtos da sua terra natal, o chef Raphael Rego, do estrelado restaurante OKA, em Paris, criou o Festival de Gastronomia Brasileira. As primeiras ações serão os “Grandes Rencontres”, que ocorrerão na Embaixada do Brasil em Paris, nos dias 9 e 10 de setembro, seguidas de jantares a quatro mãos no restaurante de Raphael nos dias 13 e 14. Marina Giuberti, sommelière e mestre cavista brasileira fundadora da Divvino Paris, cave listada entre as 100 mais importantes da França, será a responsável pela harmonização de vinhos e demais bebidas com o menu de todos os dias de festival. O evento conta ainda com a parceria dos chefs Thomas Toisgrois e Morena Leite.

Os jantares na Embaixada, presidida pelo Embaixador Luís Fernando Serra, terão cerca de 200 convidados e reunirão produtores, parceiros e personalidades que promovem a cultura brasileira na França. Os presentes poderão degustar um menu criado por Raphael Rego e Thomas Troisgros, com coquetel assinado pela chef Morena Leite, cercada por um time de peso de chefs brasileiros e franceses.

Já nos dias 13 e 14 de setembro, no OKA (1 estrela no Guia Michelin, 3 toques no Guia Gault & Millau), a ideia é que o menu seja conhecido pelo público em geral, que vai descobrir toda a riqueza e diversidade da cozinha brasileira. Para isso, Raphael Rego e Thomas Troisgros criaram os jantares a quatro mãos no restaurante localizado no coração do bairro latino, em Paris. O cardápio especial vai destacar produtos brasileiros de produtores franceses e amazonenses, mais uma vez com harmonização de Marina Giuberti.

“É com alegria e honra que participo desse time que nos deixa orgulhosos da gastronomia brasileira. Alegria por poder inspirar tantos jovens profissionais e também por mostrar força e profissionalismo da nossa origem. Uma honra  por ter superado tantos obstáculos em 17 anos de Paris e com olhares incrédulos quando anunciava minha nacionalidade. Esperamos que seja o primeiro de tantos encontros”, diz Marina. Ela completa mostrando como o evento faz parte de sua missão: “Na pandemia, fomos eleitos entre as 100 melhores lojas de vinho na França (de 6.600), e neste ano passei a ocupar o posto de presidente da Federação de Cavistas Independentes na região Ile de France (correspondente ao estado de São Paulo) e uma das minhas missões é atuar como ‘embaixadora’, promovendo conexões e encontros entre empreendedores do ramo. E colocar in voga chefs  e produtores de vinhos brasileiros aqui em Paris e vice versa difundir com cada vez mais informação precisa e em tempo real os vinhos franceses e a realidade desse mercado aos consumidores e profissionais do ramo, essas são minhas resoluções. Um tema importante que está no meu radar é promover a difusão do vinho brasileiro no mercado internacional, assim como o vinho francês no Brasil”.

Segundo Raphael, a ideia desse grande encontro é reunir o máximo de pessoas em torno da gastronomia brasileira na França. “Esperamos que essa iniciativa possa inspirar outros eventos, como um festival de gastronomia franco-brasileiro anual ainda maior no ano que vem. Durante o período da pandemia, eu refleti bastante sobre a importância de uma colaboração cada vez maior entre nós brasileiros que estamos fora do nosso país e como podemos trabalhar e proporcionar trocas para difundir cada vez mais a nossa cultura. Então é muito simbólico reunir aqui em Paris, na Embaixada do Brasil, o Thomas Troisgros, filho do chef Claude, um dos pioneiros a levar a gastronomia francesa para o Brasil e agora, representando uma nova geração, fazendo um movimento inverso; a Morena Leite, chef que é referência internacional da nossa gastronomia, e a Marina Giuberti, brasileira e única estrangeira mestre cavista aqui na França”, finaliza ele.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via