Início » Observatório de Favelas inaugura exposição na Maré sobre o tema Ecologias do Bem Viver

Observatório de Favelas inaugura exposição na Maré sobre o tema Ecologias do Bem Viver

Artistas participantes da Escola Livre de Artes expõem suas obras no Galpão Bela Maré neste sábado. Entrada Franca

por Redação

No próximo sábado, 22, às 15h, será inaugurada no Galpão Bela Maré, a exposição coletiva Ecologias do Bem Viver – ELÃ 2022. A mostra é fruto da experiência coletiva de 15 artistas participantes da Escola Livre de Artes – ELÃ, que neste ano chega a sua terceira edição de residência-formativa. A exposição aborda o tema “Ecologias do Bem Viver” e ficará aberta a visitações até o dia 10 de dezembro. O Galpão Bela Maré está localizado na Rua Bittencourt Sampaio, 169, na Maré, Zona Norte do Rio. Entrada Franca.

A coordenadora pedagógica da Escola Livre de Artes, Natália Nichols, explica que a ELÃ é um espaço onde artistas-residentes e interlocutores constroem em conjunto uma série de ações e reflexões sobre um tema escolhido. Ela conta que a proposta da atual edição foi pensar a ecologia de uma maneira diferente, sob um ponto de vista descentralizado em diálogo com as vivências e experiências múltiplas:

“Nesta terceira edição nos lançamos ao desafio de pensar crítica e politicamente as práticas ecológicas(…) Ao longo dos encontros, fomos nos conscientizando dos nossos impactos no mundo, das estruturas históricas que nos trouxeram até aqui e das práticas necessárias para caminhar em direção à justiça climática. Parte deste processo deságua na exposição Ecologias do Bem Viver, onde veremos as obras dos 15 artistas-residentes materializadas em diferentes linguagens e propostas.”

A Escola Livre de Artes – ELÃ é apresentada pelo Ministério do Turismo e Observatório de Favelas. Tem patrocínio da IBM, Instituto Cultural Vale, Itaú Unibanco, Cyrela, Colgate, MR Mineração e Smart Fit, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Apoio Institucional: Itaú Cultural e Instituto JCA. Apoio: Samambaia Filantropias Parceria: Produtora Automatica. Realização: Observatório de Favelas, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo.

A Escola Livre de Artes

Iniciada em 2019, a ELÃ – Escola Livre de Artes é um experimento artístico- pedagógico para jovens artistas oriundas/es/os de favelas e periferias. O programa de residência-formativa conta com encontros presenciais mediados por artistas, curadoras/es, educadoras/es entre outras/es/os agentes do campo da arte e da cultura, compartilhando experiências, encontros formativos, laboratórios e diferentes estratégias artístico-pedagógicas para fomentar a produção poética e narrativa dos artistas participantes. Ao final da vivência, os resultados do processo constituem uma exposição que fica em cartaz no Galpão Bela Maré.

Observatório de Favelas

O Observatório de Favelas, criado em 2001, é uma organização da sociedade civil sediada no Conjunto de Favelas da Maré, com atuação nacional. Dedica-se à produção de conhecimento e metodologias visando incidir em políticas públicas sobre as favelas e promover o direito à cidade. Fundado por pesquisadores e profissionais oriundos de espaços populares, tem como missão construir experiências que contribuam para a superação das desigualdades e o fortalecimento da democracia a partir da afirmação das favelas e periferias como territórios de potências e direitos. Atualmente,  desenvolve programas e projetos em cinco áreas: Arte e Território, Comunicação, Direito à Vida e Segurança Pública, Educação e Políticas Urbanas.

Galpão Bela Maré

O Galpão Bela Maré, inaugurado em 2011 e localizado em Nova Holanda, no Conjunto de Favelas da Maré, é uma iniciativa do Observatório de Favelas, em parceria com a produtora Automatica. O Bela é um espaço cultural voltado à democratização e difusão das múltiplas expressões artísticas, especialmente das artes visuais. A partir do Bela, são promovidas programações artístico-culturais e pedagógicas, contribuindo com a descentralização de equipamentos culturais e possibilidades de fruição, formação e produções artísticas. Há uma aposta política por, a partir deste território das artes, propor agendas de superação de desigualdades e de fortalecimento da democracia, construindo processos cada vez mais consistentes de, através das artes, reivindicar presenças de sujeitas/os, territórios e questões periféricas.

Serviço:
Abertura da Exposição Ecologias do Bem Viver – ELÃ 2022

Data:
22 de Outubro de 2022

Programação:
15h – Abertura
16h – Fala Institucional
18h – Mateus Fazendo Rock
20h – Escola de Mistérios (Quimera e Miguel Arcanjo)

Período Expositivo: De 25/10 a 10/12 – (Terça a Sábado) 10h às 18h

Local:
Galpão Bela Maré – Rua Bittencourt Sampaio, 169 – Maré, Rio de Janeiro – RJ.

Artistas Participantes da Mostra:

  • Águi
  • Allan Weber
  • Azizi Cypriano
  • CoStela
  • David Almeida
  • Dyó Potyguara
  • Felipe Dutra
  • loren minzú
  • Patrick Marinho
  • Pedro Varone
  • Siwaju
  • Thais Basilio
  • Thais Iroko
  • Vika Teixeira

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via