Início » Rock in Rio 2022: Música, diversão e uma Cidade do Rock preparada para surpreender o público pelos detalhes

Rock in Rio 2022: Música, diversão e uma Cidade do Rock preparada para surpreender o público pelos detalhes

Post Malone conquista o público que, mesmo sob chuva, acompanhou a apresentação eletrizante do norte-americano. No Sunset, dia dedicado ao rap recebeu Racionais pela primeira vez no Rock in Rio

por Redação
Xamã

Figurinos deslumbrantes, cenografias de tirar o fôlego, espaços para relaxar e, claro, muita música. O segundo dia de Rock in Rio foi marcado pelos detalhes pensados para transportar o público para outros países, pela história do festival e até mesmo para momentos de introspecção e reflexão. Da Rock Street Mediterrâneo até as atrações das arenas — NAVE, Uirapuru e GamePlay Arena — passando pela instalação dos Gêmeos e a Rota 85, o público teve uma infinidade de atrações para complementar a experiência do maior festival de música e entretenimento do mundo. Mas, para quem não abre mão de dançar e cantar com seus artistas favoritos, o dia foi de shows memoráveis no Palco Mundo, com apresentações de Alok, Jason Derulo, DJ Marshmello e Post Malone, além de um dia dedicado ao rap com encontros únicos que só o Sunset proporciona.

Detalhes que transforam o Rock in Rio em uma experiência inesquecível 

A rua mais badalada da Cidade do Rock, a Rock Street é inspirada no Mediterrâneo e apresenta a cultura de países como França, Espanha, Itália, Grécia e Portugal — que, além de ser a porta de entrada para essa região foi onde começou a internacionalização do Rock in Rio, em 2004. As tradicionais casinhas têm como inspiração a arquitetura e os elementos icônicos de casa país. Os figurinos usados por bailarinos e artistas que fazem 35 apresentações ao longo do dia são um espetáculo a parte e começaram a ser pensados um ano antes do festival. “Todos os detalhes são pensados, desde os tecidos originais até pequenos detalhes, como botões, cores e assessórios. Todo cuidado com a cultura dos países ou regiões é fundamental”, conta Juliana Ibarra, a designer responsável.

Nas arenas, três atrações diferentes chamam a atenção de quem passa pela Cidade do Rock. O “Uirapuru”, um musical de 25 minutos criado por Roberto Medina e com direção Musical de Zé Ricardo, traz muita tecnologia e sonoplastia inspirada nos espetáculos da Broadway. Em meio à história que fala de amor e felicidade, os visitantes atentos interagem com músicas atuais interpretadas pela orquestra composta por 30 músicos e se impressionam com a coreografia dos 40 bailarinos. Para Roberta Carvalho, funcionária pública, a apresentação traduz o pilar “por um mundo melhor” do Rock in Rio. “O futuro está presente em todo espetáculo e o futuro é agora. Gostaria que meu filho de cinco anos estivesse aqui para assistir esta produção”, conta.

A NAVE — atração cocriada pela Natura — traz uma experiência multissensorial inspirada na Amazônia contemporânea. Ao entrar na arena, o público encontra um barco aparelhagem todo iluminado servindo de palco para o DJ, que hoje apresentou um setlist com o melhor do tecno brega do nordestino. No local também é possível aproveitar o redário para descansar da maratona na Cidade do Rock. Já na GamePlay Arena os jogos eletrônicos são um refresco para quem deseja fugir do calor e ainda aproveitar para se divertir com atrações como guerra de cotonete ou nos clássicos do fliperama como Pinball, Pac-Man e Street Fighter. Na mesma região da Cidade do Rock, o público também pode conhecer a instalação criada pelos artistas visuais, Os Gêmeos. O conjunto de projeções é um convite para fugir da realidade e aproveitar um momento de relaxamento e introspecção.

Celebração do amor é atração na Cidade do Rock

Hoje, mais do que nunca, o amor reinou no Rock in Rio, em especial na Rota 85. Isso porque, além das tradicionais celebrações de uniões comandadas pelo personagem caracterizado de Elvis Presley na capela instalada no espaço, quem passava pelo local acompanhou um casamento de verdade. A juíza de paz do 5º registro civil do cartório de Copacabana, Maria Vitória, foi a responsável por realizar a união do casal de publicitários, Aline Gurgel e Rodrigo César Galvão. Os noivos reuniram familiares, amigos e fãs do Rock in Rio, que se emocionaram com a cerimônia marcante. No momento do tão esperado “sim”, o público vibrou intensamente e comemorou junto a todos os presentes.

Música eletrônica e hip hop dominam o segundo dia de Palco Mundo

Simpatia, carisma e talento foram as marcas da passagem de Post Malone pelo Rock in Rio. Sentindo-se em casa, o headliner deste sábado foi abraçado por uma multidão que, mesmo com a chuva, não arredou o pé da Cidade do Rock e acompanhou o cantor em músicas como “Circles”, “Congratulations”, “Rockstar” e “Better Now”. Um dos pontos altos da apresentação do norte-americano foi a participação de um fã que subiu ao palco para acompanhar o artista na canção “Stay”. Theo Kant, de 21 anos, é morador de Niterói, mas não foi o único a levar uma lembrança do artista para casa. Após quebrar um violão, Malone desceu até o público para distribuir os pedaços entre os fãs.

O primeiro artista a se apresentar no maior palco da Cidade do Rock, Alok levantou o público amante de música eletrônica com um setlist repleto de sucessos. Em “Hear me now” e “Alive”, o artista contou com um verdadeiro coro formado pelos fãs. Quem subiu ao Palco Mundo em seguida foi Jason Derulo, que não deixou a temperatura cair com muito pop, R&B e coreografias sensuais. O artista entoou clássicos de sua carreira, como “Want to want me” e “Talk dirty”, além do hit “Savage love”, que virou trend no TikTok. Derulo esbanjou simpatia ao levar seu filho bebê para ver a plateia de cima do palco, descer para interagir com o público e dançar ao som de “Ai, preto”.

Atração mais enigmática do festival, DJ Marshmello foi o terceiro artista a se apresentar no Palco Mundo neste sábado. Com seu capacete sorridente cobrindo o rosto, o artista foi da música eletrônica ao funk.

Encontros únicos sacodem o público do Sunset

Quem escolheu começar o dia na Cidade do Rock pelo Sunset aproveitou um verdadeiro baile. No dia dedicado ao rap, o produtor musical e hitmaker, Papatinho, recebeu o rapper L7nnon e MC Carol para um show que não deixou ninguém parado com sucessos de funk, rap e trap. Em seguida foi a vez do malvadão Xamã subir ao palco. O artista, que na edição de 2019 esteve no Palco Favela, fez questão de exaltar suas origens e o rap nacional, além de levar o rap indígena para o Rock in Rio com os convidados do grupo Brô MCs. L7nnon, que já havia participado do show de Papatinho, voltou ao palco para cantar “Melhor forma”.

O cantor e compositor Criolo recebeu a cabo-verdiana, Mayara Andrade, sua parceira na canção “Ogum, Ogum”. Fazendo sua estreia na programação oficial do Rock in Rio, ele se emocionou ao relembrar a trajetória de sua carreira por meio de canções como “Convoque seu Buda”, “Não existe amor em SP” e “Esquiva da Esgrima”. A última atração da noite no Sunset foi o icônico grupo Racionais, que também se apresentou pela primeira vez no festival. Com um repertório repleto de canções conhecidas do público, os artistas foram acompanhados pela plateia em diversos momentos como em “Jesus chorou” e “Vida loka”. Além de clássicos, a apresentação teve muito ativismo e homenagem às vítimas de violência, que tiveram suas fotos exibidas no telão.

Destaques deste domingo, 04 de setembro 

Para fechar o primeiro fim de semana do Rock in Rio, o line-up traz um dos nomes mais aguardados dos fãs do festival: Justin Bieber sobe ao Palco Mundo às 23h para uma apresentação que promete colocar o público para dançar ao som dos maiores sucessos do artista. Antes dele, às 20h35, Demi Lovato estará no mesmo palco e promete empolgar e surpreender a plateia com sua nova era roqueira, aclamada pela crítica. Após arrebatar o público com seu show no Sunset, em 2019, IZA faz sua estreia no Palco Mundo a partir das 18h25. Mais cedo, às 16h15, Jota Quest será a primeira banda a se apresentar.

O Sunset também estará recheado de conteúdos para quem quiser aproveitar um domingo musical na Cidade do Rock. Entre os destaques, às 21h55, um show especial de Gilberto Gil, com diversas participações especiais, celebra 80 anos de um dos mais consagrados artistas brasileiros. A primeira apresentação do dia no Sunset ficará por conta de Matuê, fenômeno do hip-hop e maior nome do trap no país. Em seguida, às 17h20, acontece o encontro de duas musas pop da atualidade, Luisa Sonza e Marina Sena. Já às 19h30, é a vez de Emicida e seus convidados, Drik Barbosa, Rael e Priscilla Alcântara.

Como chegar à Cidade do Rock durante o festival

Para que os fãs do Rock in Rio cheguem à Cidade do Rock de forma rápida, fácil, segura e confortável, o festival contará com dois transportes exclusivos: o Rock Express e o Primeira Classe, que já estão disponíveis para compra. Serão 160 veículos Rock Express e 500 ônibus Primeira Classe. Durante os sete dias de evento, a operação do funcionamento de transportes públicos e vias do entorno do festival terão um esquema especial: o MetrôRio manterá a estação Jardim Oceânico aberta 24 horas para embarque e todas as outras estações em funcionamento para desembarque nas madrugadas. O Rock Express funcionará a partir do meio-dia e o Primeira Classe com horários agendados. O BRT não fará serviço para o festival.

A novidade deste ano é o serviço Rock Express, que são coletivos exclusivos para o transporte do público para o Rock in Rio. É importante ressaltar que os bilhetes do Rock Express e do MetrôRio ou outras linhas de ônibus devem ser adquiridos de forma separada. Na ida, o Rock Express tem como local de embarque os terminais do Jardim Oceânico e Alvorada. O ponto de desembarque é o Terminal Olímpico (Cidade do Rock), que durante os sete dias de evento será de uso exclusivo do Rock Express. No momento do embarque, os usuários do serviço receberão uma pulseira de identificação que, no regresso para casa, apenas precisarão mostrar para a equipe de apoio para, assim, acessar ao Rock Express. Na volta, o público embarca no Terminal Olímpico (Cidade do Rock) e terá como destino os terminais do Jardim Oceânico e Alvorada, onde poderão fazer a conexão com o MetrôRio ou outras linhas de ônibus da cidade.

Para que os usuários cheguem mais rápido ao festival, o serviço usará os corredores do BRT e não fará nenhuma parada no trajeto, tanto na ida quanto na volta. O Rock Express já está à venda no site e funcionará das 12h até às 5h, com o bilhete no valor de R$ 22,00, já contemplando a passagem da ida e da volta. Se organize e não deixe para a última hora! Para este serviço, não é necessário marcar horários de embarque, já que os coletivos sairão a todo o instante dos pontos de embarque, tanto da ida quanto da volta.

O Transporte Primeira Classe, sucesso nas edições passadas do Rock in Rio, continuará a oferecer o serviço para o público que irá ao evento. Esta é a opção mais confortável e a única, para os cariocas, que deixa os clientes em uma entrada exclusiva dentro da Cidade do Rock, perto do palco New Dance Order. No total, serão 17 pontos de embarque pelo Rio de Janeiro, que levarão o público em ônibus executivos que não farão nenhuma parada durante o trajeto. Para este serviço, na ida ao evento é necessário escolher um local de embarque e marcar o horário de partida para o Rock in Rio — que ocorre entre 11h e 19h. Na volta, no mesmo local que chegou ao festival, o público embarca no momento que desejar — sem necessidade de marcar horário —, podendo retornar para qualquer um dos 17 destinos (exceto rota de Petrópolis), a partir de 22h, com saídas sob demanda.

Para este serviço, a venda é somente online e a tarifa é de R$125,00, já contemplando a passagem de ida e de volta. O valor pode ser parcelado em até três vezes, e a venda está aberta com vagas limitadas no site. O Primeira Classe conta com um dos maiores terminais rodoviários montados para um festival de música.

Ingressos já estão disponíveis para download e transferência

Já está disponível para download o ingresso do Rock in Rio, que pela primeira vez na história do festival será em versão digital. Quem garantiu presença em um ou mais dias do evento deve baixar seu(s) ticket(s) diretamente para as telas de seus smartphones ou dá-lo de presente a alguém por meio do recurso de transferência — lembrando que a transferência deverá ser realizada até as 23h59 do dia anterior ao que o fã vai ao evento. A tecnologia é pioneira em eventos desse porte no Brasil e está sendo implementada pela Ingresso.com especialmente para o maior festival de música e entretenimento do mundo, chegando para tornar a experiência dos usuários ainda mais segura, prática e sustentável em relação às pulseiras e outras entradas físicas. Não deixe para a última hora e evite contratempos com a conexão do seu celular: faça o download do seu ingresso e associe para o nome de quem irá ao festival antes de sair de casa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via