Início » MPB4 e Kleiton & Kledir juntos no Rio de Janeiro

MPB4 e Kleiton & Kledir juntos no Rio de Janeiro

O grupo e a dupla se apresentam no Vivo Rio, no dia 2 de setembro, seguindo na turnê que comemora mais de 40 anos de amizade e parcerias na música

por Redação
MPB4 e Kleiton & Kledir juntos no Rio de Janeiro

O show reúne MPB4 e Kleiton & Kledir chega ao Rio de Janeiro, cidade onde os seis artistas se conheceram, com novidades. A apresentação está marcada para o próximo dia 2 de setembro (sexta-feira), no Vivo Rio. O espetáculo que o grupo e a dupla estão fazendo juntos estreou em Porto Alegre e já passou por São Paulo e Belo Horizonte.

Para a apresentação carioca, eles incluíram músicas ao repertório, que já tinha clássicos da música brasileira, como “Roda viva”, “Canção da América” e “Cálice”, além de canções que fazem interseção entre as carreiras do MPB4 e de Kleiton & Kledir, caso de “Vira virou” e “Navega coração”. A lista tem muitos outros sucessos, alguns  já estavam nos shows anteriores e outros são novidades: “Deu pra ti”, “Partido alto”, ”Paixão”, “Amigo é pra essas coisas”, “Maria Fumaça” e “San Vicente”.

Os seis artistas estão no palco quase todo o tempo juntos, com momentos só com o grupo e só com a dupla. Eles têm muito em comum. Além das músicas de Kleiton e Kledir que o MPB4 gravou, há outras coincidências. Dois integrantes do MPB4 que não são da formação original do quarteto – Dalmo Medeiros e Paulo Malaguti Pauleira – fizeram parte do Céu da Boca, grupo que acompanhou Kleiton & Kledir no festival MPB Shell, promovido pela TV Globo, em 1981, fazendo o coro em “Navega coração” e depois na gravação da música no disco de Kleiton & Kledir, no mesmo ano.

 O início da amizade entre MPB4 e Kleiton & Kledir

A amizade entre o grupo e a dupla gaúcha surgiu na virada da década de 1970 para a de 1980. Eles eram contratados da mesma gravadora, e Miltinho – integrante do MPB4 desde sua formação original – lembra bem como tudo começou: “o MPB4 sempre procurou compositores e canções de qualidade. O grupo Almôndegas – do qual Kleiton e Kledir fizeram parte – já havia chamado nossa atenção e resolvemos gravar, no disco ‘Bons tempos, hein?’, uma música da banda gaúcha – ‘Circo de marionetes’, cujos autores eram justamente Kleiton e Kledir. Gostamos do trabalho deles, com som regional, mas pop, realmente muito original e criativo nas letras, nas melodias, nos arranjos. Logo em seguida, selecionando repertório para um novo LP, escolhemos ‘Vira virou’ (Kleiton Ramil) – que acabou dando nome ao álbum – e ‘Viração’ (Kledir Ramil e Fogaça). Resolvemos, então, convidá-los para participar da turnê de lançamento daquele LP”.

“Foi um momento muito especial para nós. Nome do disco e do show, capa do disco com a letra impressa… Transformaram ‘Vira virou’ num grande sucesso e nos levaram em turnê com eles por todo Brasil. Foram quase dois anos na estrada… e aquilo que, no início, era uma relação profissional acabou se transformando numa amizade que a gente carrega pra toda vida”, exalta Kleiton.

O MPB4 mudou tudo – e para melhor – na carreira de Kleiton & Kledir. “Fomos apresentados a todo Brasil e, no ano seguinte, já pudemos voltar sozinhos a cada uma daquelas cidades, o público estava consolidado. MPB4 é a própria história da Música Popular Brasileira, a começar pela sigla MPB que eles inventaram e virou uma marca que reúne todos nós. De Noel Rosa pra cá, eles gravaram todos os principais compositores do país, e nos sentimos honrados de fazer parte dessa seleção brasileira”, conta Kledir.

A partir daquela turnê, a relação profissional virou parceria musical, com gravações em discos, e acabou se transformando em uma amizade que já dura mais de 40 anos. Em 2016, voltaram a se encontrar no palco, em DVD comemorativo pelos 50 anos do MPB4, o que despertou em todos o desejo de montar um show inédito, mostrando tudo de bom que eles vinham realizando. Finalmente, agora chegou a hora.

Serviço show MPB4 e Kleiton & Kledir 

  • Evento: MPB4 e Kleiton & Kledir
  • Datas: 02 de setembro (sexta-feira)
  • Horário: 22h (sexta-feira)
  • Local: VIVO RIO – Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo – Rio de Janeiro

Ingressos: 

Valores a partir de R$70,00

Site Vivo Rio ( www.vivorio.com.br) e bilheteria que funciona em dias de  espetáculos das 16h até o início do evento e pelo totem que se encontra no foyer, em dias de shows até o  fechamento da casa, em até 12 vezes no cartão.

Classificação etária: 18 anos

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via