Cantor e compositor David Ricco lança seu novo single ‘Versículo 22’

David Ricco
David Ricco - Foto: David Ricco

Realidade com um leve toque de provocação, assim vem “Versículo 22”, novo single do cantor e compositor David Ricco. Refazendo sua história, o artista traz seu talento para falar da experiência cristã sendo parte da comunidade LGBTQIAP+. A música já está disponível nas plataformas digitais e ganhará um videoclipe exclusivo que chega no próximo dia 30 de Julho, no YouTube do artista.

Depois de passar por uma experiência um tanto quanto preconceituosa na comunidade cristã, ouvindo ofensas e palavras pesadas do pastor, Ricco usa sua voz para trazer uma mensagem importante em “Versículo 22”. Ele divide o quanto o acontecimento o marcou e abre espaço para a discussão sobre a inclusão e a visão cristã em relação à comunidade LGBTQIAP+, principalmente para jovens e adultos que se vêem excluídos.

A origem do trap também vem como resposta aos ataques por um falso cristão e com viés político.

“Não importa quem amamos e sim que todos somos um pedaço do todo, um pedaço de luz. Merecemos sim a espiritualidade e o amor. E é isso que importa. E uma mensagem para muitos adolescentes ou adultos da comunidade LGBTQIAP+: não tomar como verdade o que falam sobre nós”, afirma Ricco.

Atualmente morando na Europa e anos depois do ocorrido, o artista sentiu que era o momento de se curar das duras ofensas. O processo de criação da música, assim como o de produção, foram desafiadores. Para “Versículo 22”, Ricco pretendia lançar antes das eleições do último ano, mas acredita que os empecilhos trouxeram a música no momento certo. Foram necessárias algumas tentativas falhas para que o artista chegasse à equipe perfeita para trazer o projeto à vida.

“Primeiro desafio foi a rejeição do meu produtor, que apresentava convicções contrárias. Respeitei. Segundo, as produtoras devolveram o material várias vezes por não conseguirem cumprir o prazo. E, por fim, encontrei um cara na rua vendendo trufas e ele disse que escrevia rap. Me enviou o contato do produtor dele e aí tudo fluiu”, conta Ricco.

O nome da música faz referência ao versículo 22, do capítulo 18, livro de Levítico: “um homem não pode se deitar com outro homem como se fosse mulher, pois isso é abominação”.

Videoclipe

No próximo domingo (30), que é dia de culto, o cantor divulga o tão polêmico videoclipe gravado no mês do orgulho que responde aos ataques feitos.

Ricco teve o privilégio de ter sua mãe no audiovisual de “Versículo 22”. Além do apoio e participação de amigos para figuração, roteiro, organização geral, figurino, caracterização e maquiagem. Muito além de entregar o clipe, compartilhar esse momento com pessoas próximas, representa a comunidade amor e incentivo que se cria ao redor da arte, independente da sexualidade.

“Depois de Lil nas X dançar no colo do diabo, Sam Smith com o álbum, Gloria fazer várias referências à igreja e ao inferno, me sinto audacioso por falar sobre as igrejas evangélicas e o ‘pecado’ homoafetivo”, conclui o artista.

“Versículo 22” já está disponível em todas as plataformas digitais. Confira!