Início » O Incansável Dom Quixote em curta temporada na Cidade das Artes

O Incansável Dom Quixote em curta temporada na Cidade das Artes

por Redação

Escrito e encenado por Maksin Oliveira e dirigido por Reinaldo Dutra, o solo narra a história de Dom Quixote, o mais famoso cavaleiro errante que saiu de casa com o desenfreado desejo de transformar o mundo em um lugar melhor. Ao lado de seu fiel escudeiro, Sancho Pança, ele passa por muitas desventuras que testam sua resistência e coragem: perde batalhas, é alvo de chacotas e tem sua saúde mental questionada, mas nada disso é páreo para a mente inquieta e o coração incomensurável do “Cavaleiro da Triste Figura”. A partir das estapafúrdias aventuras em que o intrépido cavaleiro se coloca, o humor é o recurso utilizado em cena para abordar reflexões sobre existencialismo, amor e utopia, numa peça que propõe alternar momentos de ironia e lirismo.

Em um cenário minimalista, composto por uma corda, uma mala, objetos sonoros e um velho livro, a montagem oferece uma visão inovadora do clássico de Miguel de Cervantes. A dramaturgia de Maksin transcende os rótulos convencionais de herói ou anti-herói, revelando as raízes nordestinas de Sancho e apresentando-o como a força motriz que guia Quixote em suas visões. À sombra dessas figuras, uma série de personagens, impregnados de uma brasilidade crítica e provocativa, emerge do universo cervantino, estabelecendo uma conexão irônica e sarcástica entre o Brasil contemporâneo e a Espanha de quatro séculos atrás.

“A investigação acerca da gestualidade e dos recursos narrativos, a atualização de um texto e de personagens tão conhecidos mundialmente e, perpassando tudo isso, uma comicidade que oscila entre o riso sardônico e a gargalhada escrachada, são pilares sobre os quais o trabalho foi se erguendo e nos mostrando caminhos para nossa pesquisa ao longo desses anos”, avalia Reinaldo.

Desde a sua criação, a peça buscou enriquecer o narrador contemporâneo com arquétipos como o louco, a criança, o velho, a prostituta, o palhaço, o camponês, e até mesmo um jumento e um cavalo magricela, todos confrontando a opressão das instituições conservadoras.

São 10 anos de aprendizados, amadurecimento, alegrias, dúvidas e descobertas que a fábula da dupla Quixote e Sancho segue trazendo toda vez que a revisitamos. Estreamos num palco acanhado para um público de EJA no município de Queimados e, lentamente, fomos de uma ponta a outra do país, conquistamos prêmios, cruzamos fronteiras internacionais, falamos outro idioma, trabalhamos como operários da arte ano após ano. Sempre queremos que uma peça de teatro tenha êxito, reconhecimento e longevidade, mas o teatro – essa entidade imponderável – é tinhoso… por isso temos muito respeito e honra por seguirmos quixoteando por uma década. É um privilégio, tenho consciência disso, finaliza Maksin.

O espetáculo conta com o patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através do Edital Literatura Resiste

SINOPSE

Em um cenário minimalista, composto apenas por uma corda, uma mala, objetos sonoros e um livro pouco explorado, a montagem traz uma visão abrasileirada da clássica história de Dom Quixote, o cavaleiro errante em busca de transformar o mundo, e seu fiel escudeiro, Sancho Pança.

SERVIÇO

CIDADE DAS ARTES:

  • Local: Cidade das Artes – Sala Eletroacústica
  • Endereço:  Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca,
  • Quando de 03/11 a 12/11.
  • Sextas e sábados às 20h e domingos às 19h
  • *dias 03, 05, 10 e 12 haverá sessões com LIBRAS
  • Duração: 70 minutos
  • Classificação etária: 12 anos
  • Valor do Ingresso (inteira/meia): R$ 30/R$ 15

DEBATES APÓS O ESPETÁCULO:

  • 03/11 – Aproximações e distanciamentos entre o livro de Cervantes e o espetáculo – convidado Wagner Monteiro Pereira
  • 05/11 – O teatro como incentivo à leitura – convidado Eduardo Ramos
  • 10/11 – Dramaturgias do corpo na cena teatral – convidada Cátia Costa
  • 12/11 – O texto literário, o texto teatral e o texto em LIBRAS – convidado Jadson Abraão

FICHA TÉCNICA:

  • Direção: Reinaldo Dutra
  • Dramaturgia: Maksin Oliveira
  • Atuação: Maksin Oliveira
  • Iluminação: Pedro Struchiner
  • Figurino: Leonam Thurler
  • Caracterização: Reinaldo Dutra
  • Cenário: Magnífica Trupe de Variedades
  • Debatedores: Cátia Costa, Eduardo Ramos, Jadson Abraão e Wagner Monteiro
  • Operadora de luz: Isabella Castro
  • Fotografias: João Julio Mello e Maíra Lins
  • Projeto Gráfico: Malacacheta Agência Criativa
  • Assessoria de imprensa: Lyvia Rodrigues
  • Direção de Produção: Maksin Oliveira
  • Produção executiva: Victoria Castro
  • Apoio Cultural: Prefeitura do Rio de Janeiro / Cidade das Artes
  • Patrocínio: Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através do Edital Literatura Resiste
  • Realização: Magnífica Trupe de Variedades e Roda Produtiva

Você pode gostar

Deixe um comentário

Share via