Picuinhas do dia a dia nos Relacionamentos

 

O conhecido embate entre o homem e a mulher dentro de um casamento é o que move a comédia “Neura!”, de Rita Fischer. A autora lança seu olhar cheio de humor ácido para a relação entre um casal de classe média, o contador Carlos Alberto e a dona de casa Matilde. O espetáculo, que volta aos palcos cariocas depois de mais de dez anos, ganha uma nova roupagem e estreia no Teatro Cândido Mendes, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde fica em cartaz toda sexta e sábado de setembro, às 22h.

​Uma lua de mel desastrosa, a visita à casa de suingue e a dificuldade de se ter filhos são alguns dos episódios que fazem parte desta epopeia burguesa. Uma crônica sobre estes relacionamentos fracassados, que se sustentam pelo amor genuíno que há por baixo das diversas neuroses que assombram a rotina. Entre os temas abordados na peça estão ciúmes, inseguranças, TPM e falta de interesse sexual no parceiro.
​Com o elenco formado pelo ator Vital Neto e pela própria Rita Fischer, “Neura!” surgiu como um esquete do Festival Internacional de Humor do Oi Futuro, de onde saiu vencedor na categoria Melhor Autora e Melhor Esquete pelo júri popular. Em 2010 ele estreou como peça no Sesc Tijuca e passou pelos teatros Maria Clara Machado e Miguel Falabella, além de viagens pelo interior do Rio, de São Paulo e Portugal, onde foi apresentado no icônico Cassino de Estoril.

​A direção é de Thiago Bomilcar Braga, diretor dos dois últimos trabalhos autorais de Rita Fischer: “Caos” e “Como sobrevivi a mim mesma nesta quarentena”. Após a temporada carioca, a peça segue para Belo Horizonte, em outubro, e São Paulo, em novembro.

Sobre Rita Fischer: atriz, psicóloga e autora teatral. Ganhadora do prêmio Shell pela ocupação da Companhia Alfândega 88 no Teatro Serrador e Semi-finalista do prêmio Multishow de Humor, Rita trabalhou com Paulo Gustavo no na circulação nacional do espetáculo “On-line”. Ela integrou o elenco de peças como “Imagina esse palco que se mexe”, de MoacirChaves, “Cabaré foguete”, de Ivan Sugarrara, “Cabaré dos ruim”, de Márcio Libar, entre outros. De sua autoria, estrelou “Caos”, com passagem por Brasil e Portugal e mais recentemente, estreou o monólogo “Como sobrevivi a mim mesma nesta quarentena”.

Sobre Vital Neto: Ator e escritor de prosa poética, Vital Neto participou de espetáculos como “Meu Pequeno Príncipe” (2014), inspirado na obra de Antoine de Saint-Exupéry e direção de Eduardo Bruno. “Relatos Selvagens” (2015), adaptação do filme argentino, e “Feitiço do Tempo” (2016), com direção de Thiago Bomilcar Braga.
Em Lisboa, Portugal, apresentou “Fraturas” (2019), a partir de Caryll Churchill, “Inquietação dum monólogo sem guerra” (2019/2020), de Suzana Vidal, e “Inquietação onde principia o silêncio” (2022), de Silvia Moura. Ainda em Portugal,apresentou a comédia “Neura” (2019), de Rita Fischer, no Cassino Estoril, voltando a apresentá-la no Festival de Inverno do Theatro Avenida, no Espírito Santo do Pinhal, em 2022.

Ficha técnica:

Texto: Rita Fischer
Direção: Thiago Bomilcar Braga
Elenco: Rita Fischer e Vital Neto
Figurino: Alice Demier
Iluminação: Diego Diener
Cenário: Nello Marrese
Trilha sonora: Ronald Sales
Criação gráfica: Kareen Soares
Fotos de divulgação: Aralume Fotografia
Assessoria de imprensa: KB Comunicação
Produção executiva: Eduarda Magluta
Direção de produção: Vital Neto
Assistência administrativa: Bárbara Costa
Realização: Galway Consultoria

Serviço:

NEURA!
De 1º a 30 de setembro de 2023
Teatro Cândido Mendes – Rua Joana Angélica 63 – Ipanema/RJ
Sextas e sábados às 22h
R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia)
Duração: 55min
Classificação: 16 anos
Lugares: 102
Ingressos em: https://bileto.sympla.com.br/event/85784