Início » Comédia, sátira e crítica social: espetáculo “Noite do Sorriso Negro” reúne diferentes manifestações artísticas num grande gira encantada

Comédia, sátira e crítica social: espetáculo “Noite do Sorriso Negro” reúne diferentes manifestações artísticas num grande gira encantada

Espetáculo multicultural estreia nova temporada dia 14 de outubro no Pavilhão Teatro de Anônimo

por Redação
Noite do Sorriso Negro

Reestreia, no próximo dia 14 de outubro, às 20h, o espetáculo “Noites do Sorriso Negro”, no Pavilhão Teatro de Anônimo – Fundição Progresso (Rua dos Arcos, 24 – Lapa). Um projeto de João Carlos Artigos, palhaço, ator e diretor, que fez uma curta temporada em novembro de 2019, na Arena do Sesc Copacabana e depois ficou guardado nesse período pandêmico. Esse brinquedo cênico propõe uma celebração da alegria, um bricabraque, uma estrutura modular como o circo-pavilhão de Eduardo das Neves e Benjamim de Oliveira, dos chopes berrantes, dos cafés cantantes, do teatro rebolado, do Teatro Negro de Revista, das rodas de choro e samba da casa de Tia Ciata, Walter Pinto, Carlos Machado, as chanchadas de Grande Otelo, das improvisações e tipos carnavalizantes da Commedia dell’Arte, vaudevilles, dos brinquedos populares. “Essa revista cômica-circense musical será uma fabulação sobre o momento em que vivemos, contrapondo com humor e poesia o modelo de vida como morte das diferenças e traz a luz a vida baseada na alteridade entre gentes.” diz João Carlos Artigos.

A cena será formada por um time inédito, convidado por João, que enriquecerá a cena a cada semana. Gente preta, do circo, da poesia, da música, da dança, do audiovisual e do teatro participarão desse caldeirão macunaímico, com suas artes e seus atravessamentos artísticos, fazedores da cena negra, no segmento teatral, musical, poético, audiovisual etc. como: Vilma Melo, Hugo Germano, Patricia Souza, Fabio Freitas, Beà Ayòóla, Caco Chagas, Juliete, Berg Silva e Pedro Paulo Júnior. 

“O nome do espetáculo foi escolhido porque eu sou palhaço e sigo acreditando no potencial da alegria, da festa. Quando sorrimos abrimos nossos sentidos, aumentamos nossas potencias e compartilhamos generosamente o que temos de melhor. Hoje, mais que nunca é fundamental construir narrativas e poéticas Afropindorâmicas para podermos re-existir coletivamente. Estou vivendo um poliamor laboral, que nada mais é que o poder amoroso das infinitas possibilidades de confluir com diversidade existente nas experiencias coletivas. Eu gosto de dizer que estamos juntos e separados, porque é necessária a valorização das individualidades coletivas. A Noite do Sorriso Negro é formado artistas que eu admiro há tempos e agora tenho a chance de trabalhar com eles pela primeira vez. Olha o privilégio de por ter no elenco o Hugo Germano e a Vilma Melo. Oh sorte! ”, reflete João Carlos Artigos.

Noites do Sorriso Negro é uma fala aos sentidos, uma cena que começa logo ao entrar no teatro. Os espectadores serão conduzidos pelos cheiros, imagens, músicas, gostos e toques sutis, antropofagizados pela diáspora afro-pindorâmica. Seduzidos para junto fazer festa, formar a roda, dançar no terreiro, firmar o ponto e rolar o pagode.  Neste parangolé multiconfiguracional, o espaço-tempo, a separação palco e plateia, serão diluídas pelos fluxos dos encontros, pedindo licença aos nossos ancestrais para celebrar o ato teatral / ato comunhão.

Ficha técnica 

Palhaço Diretor do processo criativo – João Carlos Artigos  | Intérpretes Criadores – Fabio Freitas, Hugo Germano, João Carlos Artigos, Patrícia Souza, Verônica Pereira Gomes, Vilma Melo | Direção musical – Pedro Paulo Júnior | Músicos – Beà e Brazzavile Aragão | Iluminação – Guiga Ensá | Direção de Arte – Fabio Souza | Vídeo – Caco Chagas | técnico de Som – Breno Dub | Fotos – Berg Silva | Contrarregra – Arthur Costa Contrarregra – Arthur Costa | Produção Executiva: Ruth Almeida |Gestão Financeira – Flávia Berton | Direção de Produção – João Carlos Artigos Classificação – 12 anos

Serviço:

  • Temporada: de 14 de outubro a 6 de novembro
  • Sextas e sábados: 20h
  • Domingos: 19h
  • Local: Pavilhão Teatro de Anônimo (R. dos Arcos, 24 – Lapa)
  • Ingressos: R$ 15 (meia entrada), R$ 30 (inteira), a partir do dia 26/09 pelo link: https://www.sympla.com.br/noite-do-sorriso-negro__1725850

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Share via